PRIDE: Mostrando muita diversidade, Emmy 2019 está mais colorido do que nunca

Como já vem sendo falado ao longo do dia, hoje (16) saíram os indicados ao Emmy 2019. O que mais surpreendeu, de uma forma positiva, foi a quantidade de indicados do meio LGBTQ+. Tem série sobre a comunidade, reality show de drag, atriz trans entre as indicadas, entre outras coisas.

RuPaul’s Drag Race” recebeu 14 indicações, entre elas a de “Melhor Apresentador“, prêmio que RuPaul já levou nos últimos dois anos. Além de “Drag Race“, os seus spin-offs também receberam indicações, como “RuPaul’s Drag Race: All Stars“, “Untucked” e suas séries digitais.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/em-mais-um-ano-rupauls-drag-race-e-destaque-entre-os-indicados-ao-emmy/

A série de Ryan Murph, “Pose“, foi indicada em grandes categorias. Ao todo recebeu 6 nomeações e trouxe mais representatividade para o prêmio. A primeira temporada, que retrata a cultura dos bailes em ascensão entre os anos 1980 e 1990, está concorrendo a “Melhor Série Dramática“, junto com “Game of Thrones“, “This Is Us“, “Killing Eve“, “Ozark”,Better Call Saul“, “Succession” e “Segurança em Jogo“.

Além dessa nomeação, o ator Billy Porter, interprete de Pary Tell na série, foi indicado a “Melhor Ator em Série Dramática“. Porter entra para a história como o primeiro homem negro abertamente gay a ser indicado nessa categoria. Segundo o ator, sua indicação abre diferentes tipos de conversa em outros espaços.

“É sobre representação. É sobre as histórias de todas as pessoas sendo contadas. É sobre arte. Nós, pessoas criativas, temos o poder de transformar corações e mentes fazendo o trabalho que fazemos, e eu estou muito empolgado por poder fazer isso. […] Sempre estivemos aqui e não vamos a lugar nenhum — se acostumem.”

“Pose” ainda continua fazendo história com Steven Canals, primeiro produtor afro-latino, e Janet Mock, primeira produtora trans negra, indicados como produtores a uma série que concorre a “Melhor Série Dramática”.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/game-of-thrones-quebra-recordes-e-entra-para-a-historia-do-emmy/

O realityQueer Eye” também recebeu 6 indicações, incluindo “Melhor Reality Roterizado“. Lesly Headland, co-criadora LGBTQ+ de “Boneca Russa“, recebeu a indicação na categoria “Melhor Roteiro“. Ao todo a série da Netflix recebeu 13 indicações.

A atriz trans Laverne Cox, de “Orange Is The New Black“, e Cherry Jones, lésbica assumida que participou de “The Handmaid’s Tale“, receberam indicações na categoria “Melhor Atriz Convidada em Série Dramática“.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/homecoming-filme-de-beyonce-recebe-seis-indicacoes-ao-emmy-2019/

Com todos esses indicados, esse ano o Emmy está mais colorido. Não sabemos se todos esses irão ganhar algum prêmio, mas só de serem indicados, mostrarem que existem e que estão lá, já é uma vitória para a causa LGBTQ+.

A 71ª cerimônia do Emmy acontece no dia 22 de setembro.