POLÊMICA! JK Rowling lançará livro sobre serial-killer que se vestia como mulher para matar suas vítimas; entenda

Após a grande confusão causada no Twitter e inúmeras acusações de transfobia, a nova obra de JK Rowling surge com uma proposta um tanto quanto polêmica. Dessa vez, a escritora britânica decidiu trazer no enredo de seu novo livro “Troubled Blood”, a história de um homem dos anos 70, que se vestia como mulher para assassinar de forma cruel mulheres. Desse modo, o novo registro da autora de “Harry Potter”, causou grande confusão, visto que em um passado recente, JK já havia feito comentários alegando que mulheres transsexuais não podem ser consideradas mulheres de “verdade”.

No ano de 2019, JK Rowling já havia se mostrado como não apoiadora da causa Trans quando apoiou a pesquisadora Maya Forstater, que foi demitida após uma postagem no Twitter, onde dizia que mulheres trans não deveriam mudar de sexo. “Vista-se como quiser. Chame a si mesmo como quiser. Durma com qualquer adulto que aceite você. Viva sua melhor vida em paz e segurança. Mas forçar as mulheres a perderem seus empregos por afirmarem que o sexo é real?”, postou JK no Twitter em defesa de Maya.

Em outro episódio, ocorrido já neste ano, a britânica disse que não é ódio falar a verdade, alegando que ama pessoas transsexuais, porém ao ser retirado o conceito do sexo, é também retirada a capacidade de muitos de discutir com mais profundidade suas vidas. Nessa perspectiva, o novo romance de 900 páginas, escrito pelo pseudônimo de Roberto Galbraith, acabou sendo duramente criticado antes mesmo de seu lançamento oficial.

Confira algumas críticas a nova obra de JK: