Pitchfork vangloria o "Norman Fuckin Rockwell" e atribui a melhor nota da carreira de Lana Del Rey

Desde que foi lançado, o “Norman Fucking Rockwell”, novo álbum de Lana Del Rey, vem sido muito elogiado pela crítica especializada, além de cair no gosto do público como um dos melhores álbuns da carreira da cantora indie. Infelizmente, previsões afirmam que Lana não conseguirá o topo da Billboard 200, porém é prevista para pegar o #1 no UK Charts.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/aclamadissima-sam-smith-elogia-novo-album-de-lana-del-rey-e-deslumbrante/

O famoso site Pitchfork publicou hoje (03) sua crítica acerca do álbum de Lana, onde faz grandes elogios à cantora e compositora:

“Em seu quinto álbum elegante e complexo, Lana Del Rey canta perfeitamente sobre liberdade, transformação e os destroços de estar vivo. Se estabelece como uma das maiores compositoras vivas da América.”

Na análise, a Pitchfork cita que o álbum chega perfeitamente quando a história dos Estados Unidos está sendo reescrita e, diferentemente dos seus álbuns antigos que traziam uma ideia personificada do modo de vida americano, o “Norman Fuckin Rockwell” chega cheio de críticas sociais, o que faz de Lana Del Rey a próxima melhor compositora americana!

“Eu realmente acredito que as palavras são uma das formas de mágica”

Isso foi o que a cantora declarou uma vez, e neste álbum ela exita cada sílaba mais do que nunca. É onde ela canta sobre histórias de barmans, homens quebrados, carros velozes e os sentidos, sobre liberdade de transformação e os destroços de estar vivo.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/lana-del-rey-divulga-video-promocional-para-a-faixa-norman-fking-rockwell-assista/

“Norman Fucking Rockwell” é a apoteose de Lana Del Rey, traz canções de curiosidade e consequência, escuridão e luz. Prova de que uma pessoa não pode escapar de si mesma, mas pode mudar. Lana disse que a esperança é perigosa por causa de sua própria experiência,  porque as mulheres raramente são levadas a sério, desde questões de autenticidade até casos de agressão. A cantora indie chama a si mesma de “uma mulher moderna com a constituição fraca”, testemunhando uma nova revolução, que drena toda sua esperança, mas ela ainda tem.

O álbum é simplesmente o mais bem avaliado da carreira de Lana Del Rey pelo Pitchfork, conseguindo incríveis 9.4 pontos e se tornando o álbum feminino mais bem avaliado pelo site nesta década! Confira a nota do restante dos álbuns da cantora:

  1. “Norman Fucking Rockwell” – 9.4
  2. “Lust For Life” – 7.7
  3. “Honeymoon” – 7.5
  4. “Ultraviolence” – 7.1
  5. “Born To Die” – 5.5

Com isso, o álbum vem se reafirmando como um dos melhores do ano, que ostenta incríveis 86 pontos no Metacritic, baseados em 14 críticas (também avaliado como o melhor de sua carreira) e podendo subir ainda mais depois dessa análise deslumbrante da Pitchfork.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/mas-ja-lana-del-rey-revela-que-esta-trabalhando-em-outro-album-lancamento-pode-ocorrer-ja-em-2020/