beyoncé pitchfork

Pitchfork rasga elogios ao “Renaissance”, atribui grande nota e projeto recebe o selo de Best New Music

Beyoncé é sinônimo de aclamação para muita gente, mas a revista Pitchfork se supera nesse sentido. A cada lançamento da cantora, seus críticos especializados não poupam elogios na hora de fazer o review e claro que com o “Renaissance” não seria diferente. O sétimo álbum da artista ganhou nota altíssima e ainda recebeu o selo de Best New Music.

A Pitchfork elogiou o sucessor do “Lemonade” como “uma rica celebração da club music“, afirmando que o trabalho “não é apenas o registro de dança imaculado de uma estrela pop“. A publicação destaca as fortes influências da cultura dos balls, que surgiram entre a comunidade negra e LGBT+ em Nova York, no final do século XX, e exalta a versatilidade presente nas faixas do álbum, sem fugir do conceito principal. “Ao contrário de ‘Lemonade’ ou ‘Beyoncé’, de 2013, o ‘Renaissance’ adere à pista de dança – sem baladas ou hinos de separação, apenas energia pura, BPMs propulsores e foda-se tudo“, descreveu o site.

>>> Previsões finais confirmam crescimento de Beyoncé e Harry Styles com possível novo hit na Hot 100; confira números

Na própria sexta-feira (29), dia do lançamento do álbum, a Pitchfork elegeu a faixa “Virgo’s Groove” como a Best New Track da semana, afirmando que “o ápice do ‘Renaissance’ é uma odisseia disco-funk de seis minutos que está entre as melhores faixas de Beyoncé“. Agora, com o review completo do álbum e uma nova semana começando, a renomado e criterioso site elegeu todo o projeto de Queen Bey como Best New Track, atribuindo uma nota 9,0 ao trabalho.

>>> “RENAISSANCE”: imprensa internacional aclama novo álbum de Beyoncé: “o renascimento dos clássicos negros”

Aproveitando o assunto, já ouviu o “Renaissance” hoje? Ouça agora!

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets