"Parece que passaram 400 anos", Billie Eilish fala sobre fama e saúde mental em entrevista

Billie Eilish vive uma fase de fama meteórica e tem apenas 17 anos. “Parece que passou em um piscar de olhos. Parece que passaram 400 anos”, a cantora comenta em referência à realidade da fama e turnês. O sucesso com tão pouca idade foi um dos temas da entrevista de Billie para a revista Elle norte-americana. Ela também abordou a própria saúde mental e estilo.

Durante a entrevista, a cantora estava com o calcanhar inchado por ter torcido no dia de seu maior show até o momento em Los Angeles.

“Eu prefiro não me apresentar do que fazer uma versão medíocre de um show. Estou te dizendo: Nunca vou cancelar um show em cima da hora. Se eu o fizer, alguém pode me bater na cara. Se eu morrer? ‘Okay, eu entendo. Levanta, Billie. Suba na p**** do palco e faça sua m***”, brincou.

A cantora falou sobre a forma como costuma lidar com a dor.

“Eu sou uma pessoa muito estoica, o que é o motivo pelo qual me machuco tanto. Eu nunca digo quando estou com dor. Eu não reclamo. Não gosto de necessitar de alta manutenção. Não gosto de demonstrar que sinto dor. Não gosto de chorar. Nunca. Mas há algumas dores que estrangulam você”, confessou.

Billie comentou também sobre o período em que esteve deprimida. Na época, ela chegou a se desligar das redes sociais – deletou o Twitter – para não ler o que falavam a seu respeito.

“Eu estava na Europa em um dos piores momentos psicológicos que já estive. Foi então que eu percebi, ‘Sabe o que mais? Tchau! Há muitas coisas que não posso parar, mas osso deletar o Twitter. Eu tenho muito amor por mim mesma – Não preciso ver todas essas opiniões”, contou a cantora.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/clipe-de-all-the-good-girls-go-to-hell-chega-ao-topo-da-parada-de-videos-da-us-appl/

Atualmente, Billie conta estar em uma fase melhor emocional e psicologicamente.

“Eu finalmente não estou mais me sentindo miserável. Há dois anos, eu sentia que nada importava; tudo era sem sentindo. Não só na minha vida, mas tudo no mundo. Eu era estava clinicamente deprimida. É insano lembrar e não estar mais”, recorda.

Uma das dificuldades pelas quais a cantora passou foi ter de lidar com acusações de que estava fingindo ter depressão.

“Isso me magoava. Eu era uma menina de 16 anos muito instável. Estou no período mais feliz da minha vida e eu achava que nem chegaria a ter essa idade. Eu não me sentia feliz há anos. E não achei que seria feliz de novo. E aqui estou eu- cheguei a um ponto em que finalmente estou bem. Não é porque estou famosa. Não é porque tenho um pouco mais de dinheiro. São tantas as coisas: crescer, pessoas entrarem na sua vida, pessoas saírem da sua vida. Tudo que eu posso dizer agora para quem não está bem é que vai melhorar. Tenha esperança. Eu consegui com a fama nas costas. E eu amo a fama! Ser famosa é ótimo, mas foi horrível por um ano. Agora amo o que eu faço e sou eu mesma novamente. A parte boa de mim. E eu amo os olhos que me acompanham”, afirma.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/billie-eilish-e-um-anjo-caido-no-clipe-de-all-the-good-girls-go-to-hell-assista/

A cantora contou que a fama transformou sua vida. Por exemplo, não pode ir a lugar nenhum sem ser assediada ou vigiada. Apesar de apreciar o sucesso, ela conta que há momentos em que gostaria de ter um botão para ficar um pouco mais livre.

“Quando vou a aeroportos. Eu gostaria de poder desligar [a fama]. Quando estou no avião e duas meninas tocam a p*** da minha cara e tiram fotos de mim enquanto estou tentando dormir. Não me leve a mal, eu amo cada pessoa que dá a mínima em relação a mim, mas há limites. As pessoas esquecem o que é respeito”, admitiu.

Apesar da pouca idade, a falta de limites leva a especulações sobre a forma como Billie se veste, com roupas largas e, paralelamente a tentativas de exposição de partes de seu corpo. Antes de um show em Nashville, em junho, alguém fotografou Billie com uma regata no momento em que ela saiu para cumprimentar os fãs. A foto viralizou, com destaque para o busto da cantora. Ela era menor de idade, porém até a CNN fez uma matéria sobre seus seios.

“Meus peitos estavam nos trending topics do Twitter! Em primeiro lugar! O que é isso. Todo mundo escreveu sobre meus peitos Alguém com peitos menores que os meus pode usar regata. Eu poderia usar exatamente a mesma roupa e seria alvo de slut-shaming porque meus peitos são maiores. É estúpido. É a mesma roupa”, protestou.

A cantora falou também sobre as possibilidades para o futuro e tratamento com seu próprio corpo, já que em poucos meses, terá 18 anos:

“Eu vou ser uma mulher. Eu quero mostrar meu corpo. E daí se eu quiser fazer um vídeo onde pareço desejável? Não um pornô! Mas eu sei que seria comentado. Eu sei que as pessoas iriam dizer que perderiam o respeito por mim”, desabafou Billie.