Parece “Black Mirror”, mas é “The Circle Brasil”; confira dez motivos para assistir o novo reality da Netflix

Para os amantes de reality shows, a Netflix acaba de trazer um novo programa que tem agradado seu público. “The Circle Brasil” faz parte da nova aposta do serviço de streaming, sendo uma versão nacional do programa que já é sucesso nos Estados Unidos e Reino Unido.

O programa é baseado nas mídias sociais, com o conceito de que qualquer um pode ser alguém no “The Circle”. Durante o programa, os competidores classificam uns aos outros em top cinco. Os dois mais bem classificados se tornarão “influenciadores”, os demais correrão o risco de serem “bloqueados”. Os competidores bloqueados são eliminados, mas têm a oportunidade de conhecer um jogador que ainda está competindo.

Chegado a final, os competidores avaliam um ao outro pela última vez. O jogador com a maior pontuação vence. Os espectadores também escolhem seu “campeão” entre os finalistas.

Agora que já conhecemos o programa, confira dez motivos para assistir essa produção, que tem rendido comentários nas redes sociais do mundo todo.

10) “The Circle Brasil” foi filmado no outono de 2019, após a primeira temporada da versão americana e a segunda temporada da versão britânica. As filmagens ocorreram no mesmo prédio usado para a versão americana e a segunda temporada da versão britânica em Salford, Inglaterra.

09) Contrário ao BBB, os participantes não convivem no mesmo espaço e só podem se comunicar através de uma plataforma ativada por comandos de voz, chamada de ‘Circle’.

08) Os jogadores podem trocar mensagens de texto, fazer grupos, alianças e até se envolver amorosamente, tudo no ambiente virtual.

07) Ao longo do reality, novos participantes entram na competição conforme outros são eliminados. Então, o elenco é bem rotativo.

06) Existe uma grande diversidade de sotaques, é possível conhecer uma pessoa de cada região do país.

05) Há representatividade queer com jogador assumidamente gay. “Sou bicha, nordestina e quero ser famosa”.

04) O programa é comandado pela atriz e youtuber Giovanna Ewbank.

03) Para quem não está familiarizado com o termo, catfishing é quando alguém se passa por outra pessoa ou cria um personagem totalmente falso na internet para enganar pessoas.

02) Os participantes de “The Circle” passam o dia inteiro sozinhos olhando para as telas espalhadas pelo apartamento

01) Os oito primeiros episódios já estão disponíveis na Netflix, serão 12 capítulos no total.

Confira os bastidores do programa mostrado pela apresentadora em seu canal no Youtube: