Pabllo Vittar processa empresa após postagem insinuando dívida com Anitta

Muito se comentou na internet sobre o conflito entre Anitta e Pabllo Vittar. O estopim da suposta briga foi o vazamento de um áudio em que a intérprete de “Show das Poderosas” insinuava que a drag quen lhe devia cerca de 70 mil dólares, referentes aos custos do clipe do hit “Sua Cara”, parceria das duas, juntamente com o Major Lazer.

O famigerado áudio virou meme e teve grande circulação nas redes sociais. Muitas empresas acabaram entrando na onda para se aproveitar do fato como jogada de marketing.

Uma delas foi a Serasa, que fez a seguinte postagem em suas redes:

A imagem e a legenda da postagem fazem referências à suposta dívida que ambas as artistas negam a existência. Acontece que Pabllo resolveu acionar a justiça e exigir uma indenização de cerca de 120 mil reais. Segundo os advogados da artista, a empresa se aproveitou de rumores para ampliar a visibilidade de um serviço de crédito.

A empresa rebateu as acusações dizendo que “a parte Autora não teve seu nome ou imagem vinculados à postagem” e que “não teve qualquer interesse em atingir a honra objetiva ou subjetiva de quaisquer pessoas”. Segundo a defesa, a intérprete de “Todo Dia” teria feito piadas sobre a história e portanto não poderia ter sua honra ferida.