No Dia da Consciência Negra, veja como Taís Araújo se tornou um dos maiores símbolos de resistência durante seus 25 anos de carreira.

Representatividade é fundamental para encorajar pessoas a seguirem seus sonhos e buscarem seus direitos, durante toda a década de 2000 e 2010 a atriz Taís Araújo acabou se tornando a principal referencia aos jovens negros no país, quebrando barreiras raciais e chegando em lugares que não haviam sido ocupados. Confira parte da sua trajetória.

Xica da Silva

Taís começou sua carreira ainda na infância participando de comerciais e peças de teatro, em 1996 com apenas 17 anos ela protagonizou sua primeira novela, intitulada “Xica da Silva” na extinta Rede Manchete, a trama foi baseada na vida da personagem histórica Francisca da Silva de Oliveira, ex-escrava que se tornou uma das mulheres mais influentes de sua época, saindo da senzala e chegando a integrar a mais alta sociedade mineira. O papel rendeu elogios da crítica especializada e colocou Araújo como uma das grandes revelações do ano.

Foto divulgação da novela “Xica da Silva”

Primeira protagonista negra da Rede Globo

Em 1997 ela assina com a Rede Globo, onde apareceu inicialmente em papéis como coadjuvante, na época não existiam protagonistas negras na grade da emissora, uma mulher negra protagonizando uma novela era algo impensável pelos autores, até o ano de 2004, quando a atriz foi escalada para interpretar a personagem Preta na telenovela “Da Cor do Pecado”, escrita por João Emanuel Carneiro, sendo ela a maior audiência do horário das 19h na década de 2000, Taís na época comentou que seu sonho com o papel era inspirar meninas e meninos negros a não desistirem dos seus sonhos.

Cena da novela “Dar Cor do Pecado” onde Taís interpretou Preta

Processo de transição capilar

Após emendar alguns trabalhos, a atriz resolveu tirar férias no começo de 2006, antes disso ela teve que cortar seu cabelo, por conta dos longos anos de químicas alisadoras seus fios haviam sidos danificados; apesar de aparecer com cabelos lisos em “Cobras & Lagartos” (2006), a atriz apenas fez uso de apliques, com seu cabelo sendo escovado para as gravações da novela, 6 meses depois ela decidiu não fazer mais uso dos produtos ao notar que seus fios estavam mais fortes e saudáveis; em “A Favorita” (2008) utilizou uma peruca para dar vida a personagem Alícia. 3 anos após iniciar o processo de transição ela finalmente exibiu seus fios crespos em “Viver á Vida” (2009), onde interpretou Helena na obra de Manoel Carlos, sendo ela também a primeira protagonista negra do horário nobre.

Taís como Ellen em “Cobras & Lagartos”, o visual da personagem foi inspirado em Beyoncé durante a era “B-day”

Combate ao racismo

O Brasil apesar ser um país onde grande parte da sua população é negra e parda, possui um elevado índice de racismo, Taís sempre falou abertamente sobre o assunto e já contou que sofreu com isso ainda na infância, quando foi impedida de fazer o teste de um comercial “por não ser o tipo que eles estavam procurando”, em 2015 sofreu ataques racistas em seu perfil oficial no Instagram, a atriz levou o caso a justiça e disse em uma publicação: “Não vou me intimidar, tampouco abaixar a cabeça. Sigo o que sei fazer de melhor: trabalhar. Se a minha imagem ou a imagem da minha família te incomoda, o problema é exclusivamente seu!”. Ela também é defensora dos direitos das mulheres negras da ONU Mulheres Brasil.

Comercial da campanha

Mister Brau

Com a intenção de ter apenas uma temporada, a série teve sua estreia em 2015, onde contava a vida dos Brau um casal de celebridades formado por Araújo e seu marido o ator Lázaro Ramos, onde tinha a negritude como principal elemento; o sucesso foi tanto que acabou sendo realizadas 4 temporadas da atração, vários famosos negros também apareceram no decorrer de Mister Brau, como Cacau Protásio, Lelê, Alcione, Bochecha, Ludmilla, Zezeh Barbosa e Aírton Graça. Apesar de ser uma série de comédia, pautas importantes não deixavam de serem tratadas, sua última temporada foi exibida em 2018, após o casal decidir buscar novos desafios.

Taís e Lázaro como Michelle e Brau em “Mister Brau”