Ministério da Saúde de Trinidad & Tobago desmente alegações de Nicki Minaj sobre uma das reações de vacina contra COVID-19

Ministério da Saúde de Trinidad & Tobago desmente alegações de Nicki Minaj sobre uma das reações de vacina contra COVID-19

A segunda-feira depois de uma noite de Video Music Awards parecia muito tranquila quando fomos bombardeados com notícia de que Nicki Minaj ainda não havia se vacinado contra COVID-19.

A rapper alegou isso depois de ser questionada se iria ou não ao Met Gala, que estava acontecendo na noite do dia 13 de setembro. Para justificar suas ações, ela disse que não iria se vacinar apenas para ir ao baile, assim como estava fazendo suas próprias pesquisas.

Em meio a diversos tweets tentando se justificar, Nicki Minaj chegou a citar que um amigo de seu primo, que mora em Trinidad & Tobago (país de origem da artista), ficou com testículos inchados depois de tomar a vacina contra a COVID-19. Se posicionando como órgão da saúde do local, o ministro da saúde desmentiu as alegações.

Entenda o caso agora mesmo.

Nicki Minaj ainda não se vacinou e o motivo é bastante curioso

Como uma das artistas mais influentes não apenas no mundo do rap, boa parte dos seguidores ficaram chocados ao saber que Nicki Minaj não tinha se vacinado contra o COVID-19. A mesma alegou que estava fazendo suas próprias pesquisas e que não se vacinaria para ir apenas ao Met Gala, baile de moda que estava acontecendo na noite que Minaj fez suas declarações. Muitas pessoas aconselharam Nicki a usar sua plataforma para o bem e apontaram a má ação da rapper.

Segundo Minaj, ela ainda estava fazendo suas pesquisas sobre a vacina de COVID-19 e apenas seria adepta da vacina por um momento mais importante, como sua próxima turnê mundial. Um tempo depois de toda a polêmica acontecer e o nome dela ir parar nos Trending Topics do Twitter, a rapper abriu uma enquete também em seu perfil do Twitter, pedindo ajuda sobre qual opção escolher entre tantas vacinas disponíveis.

Entretanto, uma das polêmicas citadas por Nicki Minaj é que um amigo de seu primo, que mora em Trinidad & Tobago, é que a vacina de COVID-19 estava provocando inchaço de testículos nos homens. Veja:

E hoje foi dia do Governo de Trinidad & Tobago dizer que apesar dos tweets de Nicki Minaj, não há registros sobre efeitos colaterais como estes. Onde não, a vacina contra COVID-19 não causa impotência, nem mesmo inchaço de testículos.

Governo de país de origem de Nicki Minaj desmente alegações da rapper

Depois de um dia todo pesquisando sobre possíveis casos de reações da vacina de COVID-19 que causaram inchaço nos testículos, assim como infertilidade, o Ministério da Saúde de Trinidad & Tobago se posicionou publicamente sobre as acusações de Nicki Minaj. Veja:

“Investimos bastante tempo fazendo pesquisas após a acusação de Nicki Minaj para saber se isso era verdade ou não. E não há nenhum informações sobre este efeito colateral ou adversidade. Também perdemos bastante tempo ontem, tentando encontrar isso, pois levamos estes casos denunciados via rede social a sério. Por agora, não há informações sobre efeitos colaterais ou adversidades relacionadas a inchaços de testículos em Trinidad & Tobago.”

Terrence Deyalsingh, Ministro da Saúde de Trinidad & Tobago

Os especialistas de saúde do país de origem até levaram o assunto com certo tom de humor, mas afirmaram que até então, nenhum caso como este havia sido registrado. E que a vacina é segura de acordo com recentes pesquisas. Onde nenhuma pessoa procurou os médicos com este efeito colateral. Hoje, por meio de seu Twitter, Nicki Minaj anunciou que foi convidada para ir até a Casa Branca dos EUA para tirar todas as suas dúvidas sobre a vacina contra COVID-19. Confira:

Um tempo depois, a conta de Nicki Minaj no Twitter foi suspensa. Estamos aguardando mais informações.

O que acha da escolha de Nicki Minaj esperar tanto tempo para se vacinar? Comente com a gente nas redes sociais!

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<