NFL enfim decide quem performará o hino nacional no Super Bowl LIII

Para este ano, a NFL teve grandes problemas para escalar o time de atrações musicais do Super Bowl devido à grande comoção nacional e internacional diante da posição do jogador Colin Kaepernick, que foi expulso da liga após uma manifestação contra o racismo.

Depois do Maroon 5 finalmente ser confirmado como responsável pelo halftime show na semana passada, a NFL também definiu que terá a grande honra de interpretar o hino nacional americano antes da partida.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/tecladista-do-maroon-5-defende-banda-sobre-apresentacao-no-super-bowl/

A escolhida foi Gladys Knight, vencedora de sete Grammy Awards e dona de dois #1s na Billboard Hot 100, entre os anos 70 e 80. No ano passado, P!nk que foi a escolhida.

Em declaração, Gladys diz que entende Colin e que o apoia, mas que aceitou o convite justamente para “usar sua voz para o bem” e que sempre, durante sua carreira, lutou por várias causas dos negros.

“Estou aqui hoje e no dia 3 de fevereiro para dar ao hino nacional sua voz, para me levantar para essa histórica escolha de palavras, do jeito que ela nos une quando ouvimos e para libertar as mesmas injustiças e lutas que eu tenho lutado por tuda a minha vida, de andar atrás de corredores, a marchar com nossos líderes sociais, usando minha voz para o bem. Eu tenho estado na frente dessa batalha mais que a maioria dos que estão dando suas opiniões para ganhar o direito de cantar nosso hino nacional em um grande palco como o Super Bowl LIII”.

A 53ª edição do Super Bowl ocorre em Atlanta, daqui a exatamente duas semanas.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<