Netflix e Youtube confirmam redução da qualidade de streaming na Europa em período de quarentena

Por pelo menos 30 dias, as empresas Netflix e Youtube cederam aos pedidos da União Europeia para uma diminuição na qualidade de streaming para prevenir um colapso da internet, já que a demanda tem sido maior neste período de quarentena, por conta de contágio do coronavírus.

“Acreditamos que isso vá diminuir o tráfico das redes europeias em pelo menos 25%, enquanto ainda garantindo um serviço de boa qualidade para nossos clientes”, declarou um porta-voz da Netflix. A declaração feita pelo Google (responsável pelo Youtube) diz que irão continuar “trabalhando para minimizar a exaustão do sistema, enquanto ainda oferecendo uma boa experiência para os usuários”. Um porta-voz da Amazon (responsável pelo Prime Video) revelou que medidas já estão sendo tomadas para que a empresa aja de forma semelhante.

A decisão segue um pedido dos oficiais da União Europeia para que os usuários abandonem o vídeos de alta definição (HD) para não atrapalhar o desempenho da internet e prevenir uma quebra na transmissão. Isso acontece por culpa da quarentena, que hoje afeta diversos países do globo, já que muitos estão confinados em suas casas e acabam utilizando ainda mais os serviços de streaming.

Será que a medida pode chegar ao Brasil nos próximos dias?