netflix demite centenas de funcionários

Netflix demite centenas de funcionários após perder mais assinantes

As coisas não seguem fáceis para a Netflix. O serviço de streaming voltou a demitir seus funcionários após a alta de cancelamentos de assinaturas, fato que vem crescendo a cada dia.

De acordo com o The Hollywood Reporter, a Netflix precisou desligar 300 pessoas do seu quadro de funcionários por conta da crise financeira que vem enfrentado. Segundo um comunicado, Reed Hastings e Ted Sarandos, fundadores da empresa, lamentaram a demora para perceber a desaceleração dos lucros, podendo ter tempo para “garantir um reajuste mais gradual do negócio”.

>>> Diretor de “Lilo & Stitch” diz ter ficado “frustrado” com aclamação de “Frozen: Uma Aventura Congelante”; entenda

Ainda segundo o jornal, a maioria das demissões aconteceram nos escritórios dos Estados Unidos e Canadá, impactando outros continentes no mundo, com cem funcionários mandados embora somando a Ásia, Europa e América Latina.

Como forma de salvar os lucros da empresa, a Netflix está planejando implementar um plano mais barato, com a presença de anúncios. “Sabemos que essas duas rodadas de demissões foram muito difíceis para todos, gerando muita ansiedade e incerteza. Pretendemos voltar a um curso mais normal de negócios no futuro”, afirmaram Hastings e Sarandos.

>>> De “Toy Story” a “Lightyear”, revista britânica ranqueia todos os filmes da Pixar; confira

Em abril, última vez que a gigante do streaming divulgou seus números, foi revelado que ocorreu uma perda de mais de 200 mil assinantes nos primeiros três meses. Em maio, a Netflix já havia cortado 150 funcionários do quadro da empresa. Já de acordo com o Wall Street Journal, a expectativa é que a Netflix perca muito mais assinantes até o final de julho, chegando a casa de 2,5 milhões de usuários.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets