Modelo acusa MC Lan de transfobia após ser expulsa do set de gravação

Nesta sexta-feira (13), começou a ser veiculada uma acusação contra o MC Lan, ao que tudo indica o artista teria se recusado a continuar a gravação de um clipe já que uma das modelos que fazia parte do elenco era transsexual.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/poxa-por-decisao-de-paulo-gustavo-minha-mae-e-uma-peca-3-nao-tera-beijo-gay/

Durante uma entrevista com Léo Áquila, a modelo Alessandra Tavares relatou um episódio que vivenciou durante a gravação de um clipe do funkeiro.

Alessandra conta que quando chegou ao set de gravação, percebeu que muitas pessoas a olhavam de forma estranha, mas que isso não a impediu de continuar o trabalho para o qual foi selecionada a participar.

Depois de um tempo, ela percebeu a alteração do artista e em seguida uma das integrantes da produção pediu para que ela se retirasse do local, com a alegação de que Lan não estava contente com a presença da modelo a equipe insistiu para que Alessandra saísse do ambiente.

Ainda na entrevista, a vítima conta que o artista negou que a produção a levasse de volta para a estação descrita no anúncio do serviço. Após muita insistência foi liberado um carro, no entanto, a deixou na metade do caminho.

Ainda não há nenhuma confirmação ou qualquer declaração vinda tanto pelo próprio funkeiro quanto pela Kondzilla. Não é a primeira vez que vemos funkeiros sendo acusados desse tipo de preconceito para com a comunidade LGBTQ+.

Confira o vídeo da entrevista:

http://5jc.0a9.myftpupload.com/depois-da-determinacao-da-prefeitura-do-rj-felipe-neto-distribui-14-mil-exemplares-de-livros-lgbtq/