Miley Cyrus posta carta aberta para DaBaby: “Adoraria conversar e ver como podemos aprender uns com os outros”

Miley Cyrus posta carta aberta para DaBaby: “Adoraria conversar e ver como podemos aprender uns com os outros”

O rapper americano DaBaby está passando por um forte cancelamento na Internet após atacar a comunidade LGBTQIA+ e propagar desinformação sobre o vírus HIV, causador da AIDS. Diversos artistas se manifestaram contra as falas do rapper. Nesta quarta-feira (4), Miley Cyrus publicou uma carta aberta ao rapper no Instagram.

A dona do hit “Midnight Sky” foi mais compreensiva em sua abordagem. Miley faz parte desta comunidade e não deixou o acontecimento passar em branco. “Como um membro orgulhoso e leal da comunidade LGBTQ +, grande parte da minha vida tem sido dedicada a encorajar o amor, a aceitação e a mente aberta”, iniciou Cyrus.

Miley continuou a carta afirmando que a Internet pode ser um lugar tóxico, mas que também deve ser usada para espalhar informação. “A internet pode alimentar muito ódio e raiva e é o núcleo da cultura do cancelamento. Mas acredito que também pode ser um lugar cheio de educação, conversação, comunicação e conexão”.

DaBaby chegou a publicar um pedido de desculpas na última segunda-feira (2) e criticou a cultura do cancelamento. Em seu post, Miley afirmou que, “é mais fácil cancelar alguém do que encontrar perdão e compaixão em nós mesmos ou reservar um tempo para mudar corações e mentes”.

A cantora ainda afirmou que, “conhecimento é poder” e disse que até ela mesma tem muito o que aprender. Na legenda do post, Miley escreveu que mandou uma mensagem privada para DaBaby. “Adoraria conversar e ver como podemos aprender uns com os outros e ajudar a fazer parte de um futuro mais justo e compreensivo”, concluiu.

Miley é uma forte aliada desta comunidade e dona da Happy Hippie Foundation, uma organização sem fins lucrativos fundada em 2014 com o intuito de oferecer auxílio aos membros LGBTQIA+ que se encontram em situação de rua.

A artista se diferenciou de outros famosos que se posicionaram contra os depoimentos do rapper. Isso porque Cyrus propôs um diálogo e não aderiu o cancelamento. Entre os cantores que repudiaram o rapper estão Demi Lovato, Dua Lipa, Madonna e Elton John. Além disso, DaBaby foi retirado de festivais como o Lollapalooza, Governos Ball Festival, Day N Vegas e o Agustín City Limite Festival.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<