Miley Cyrus fala sobre descaso da RCA com vendas físicas de seu novo álbum e de fãs não conseguirem comprar o disco

A RCA Records mais uma vez se tornou assunto principal de polêmica envolvendo seu elenco e desta vez, a vítima foi Miley Cyrus e graças a uma e pequena falha de comunicação entre a empresa e os produtores da intérprete de “Prisioner”.

Muitos fãs utilizaram suas contas no tweet nesta manhã para sinalizar para Miley Cyrus que visitaram dezenas de lojas nos Estados Unidos mas não conseguiram encontrar o novo disco da cantora, o “Plastic Hearts” em nenhuma delas, logo os seguidores da musa decidiram cobrar maiores informações no perfil da gravadora da moça, a RCA Records

Imagem

“RCA, eu já fui em cinco Targets (loja de departamentos dos Estados Unidos) e nenhuma delas tem novo álbum da Miley Cyrus. Vocês estão tentando sabota a carreira dela como fizeram com a da Britney Spears?”

Imagem

“Estou a 35 minutos visitando lojas e nenhuma delas tem o “Plastic Hearts”, eu moro em Atlanta e isso é insano!”

Com diversos fãs reclamando sobre a ausência do disco nas prateleiras físicas, Miley cobrou informações para sua gravadora e simplesmente foi informada que durante a semana da Black Friday, lojas varejistas não compram produtos para estoque por pelo menos algumas semanas, uma vez que precisam cobrir as promoções do dia de descontos mundiais e isso deixou Miley bem possessa. Confira o pronunciamento da artista:

Imagem

“Meus fãs são tudo pra mim e eu sei que todos eles estão desapontados quando saem, ligam ou procuram nas lojas estoque do meu CD e ficam igualmente ou até mais frustrados quando não encontram. Quando eu escolhi o dia 27 de novembro para lançar meu álbum, meu time e eu não fomos informados pela minha gravadora que varejistas não estocam discos físicos durante a Black Friday e que meus fãs não poderiam ter cópias físicas do meu disco por pelo menos algumas semanas após o lançamento.

Esse conteúdo do meu CD é íntimo, honesto e uma reflexão visual da minha gravação e é algo de que me orgulho e muito. Isso foi pessoalmente criado por mim, na minha casa, fazendo arte para vocês. Eu exijo que isso esteja na mão de vocês.

Eu superei essa culpa. É uma perca de tempo e de energia. Essa álbum foi um trabalho de amor e nada vai sabotar minha admiração por esse projeto, meus colaboradores e o que eu criei”

Com a falta de informação proveniente da gravadora, Miley vai sofrer sérias penalidades no desempenho de seu disco nos charts, principalmente pelo fato que não contará com as vendas físicas na semana de abertura, impactando diretamente no debute do disco na Billboard 200.