"MDNA": há 5 anos, Madonna lançava o seu décimo segundo álbum

Madonna lançou 23 de março de 2012, o eufórico “MDNA”. O título da obra gerou controvérsias com os anti-drogas pela similaridade fonética com o MDMA, um ecstasy que libera a dopamina, a euforia e o prazer. Apesar dos rumores, o nome do projeto discográfico da cantora nada mais foi que a abreviação do seu nome.

Influenciado bastante pelo pop e o dance, o CD  retratou bastante em sua produção e letras o amor e a dança, alcançando nota 64 no Metacritic, baseado em 34 reviews.

Em sua primeira semana de vendas, o décimo segundo álbum da americana vendeu 359,000 mil cópias nos Estados Unidos, se tornando número #1 na Billboard 200. Até hoje, o álbum vendeu cerca de 2 milhões de copias em todo mundo com certificações de 7x platina na Rússia, 2x platina no Brasil, platina nos EUA, entre muitos outros.

Give Me All Your Luvin foi o carro-chefe do disco e contou com a parceria das rappers Nicki Minaj e M.I.A. A estreia na Billboard Hot 100 ocorreu em #13º lugar, alcançando o peak de #10º lugar na semana seguinte devido a apresentação no Super Bowl XLVI. Na Dance Club Songs, a canção figurou no topo da tabela.

O segundo single, “Girl Gone Wild”  não entrou na Hot 100, mas ficou em #1º lugar na parada Dance . “Turn Up The Radio”, terceiro single oficial, teve o mesmo desempenho abaixo do esperado da faixa anterior.

A música “Masterpiece”, presente na tracklist , rendeu para Rainha do Pop o prêmio Globo de Ouro por “Melhor Canção Original” , presente na trilha sonora do filme “W.E”

A “MDNA Tour” turnê de divulgação da era, se tornou a mais lucrativa de 2012.

 

 

 

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<