Ludmilla massacra o governo: “A morte de milhares de brasileiros pela COVID-19 tem culpados.”

A cantora Ludmilla usou suas redes sociais na noite de ontem (13), para detonar a recusa do governo brasileiro a 70 milhões de doses da vacina da Pfizer, as quais seriam usadas no combate da pandemia COVID-19.

Confira:

A empresa realizava diversas ofertas ao país desde agosto de 2020, sendo que em três delas as doses começariam a serem entregues ainda no ano passado, nas outras propostas milhões de doses começariam a sua distribuição no Brasil ainda no primeiro trimestre de 2021, mas essas propostas foram recusadas.

Apenas em 10 de maio de 2021 a oferta com a farmacêutica foi acertada, o atraso acabou deixando milhares de mortos no país, incluindo o ator Paulo Gustavo, que faleceu no dia (04) de maio, devido a complicações de COVID-19.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<