Lily Allen pede justiça à Rina Sawayama e Charli XCX após não serem indicadas ao BRIT Awards 2021

Lily Allen pede justiça à Rina Sawayama e Charli XCX após não serem indicadas ao BRIT Awards 2021

Novamente o nome de Rina Sawayama está envolvido em polêmica, graças ao BRIT Awards, mais uma vez. Após chamar a atenção da mídia e dos fãs para o boicote que estava sofrendo das premiações britânicas, a cantora conseguiu mudar as regras de elegibilidade, mas parece que a premiação não gostou da ideia. Sawayama não recebeu nenhuma indicação ao prêmio.

Por conta da ausência de indicações de Rina e Charli XCX, a cantora Lily Allen foi até seu Twitter se pronunciar. Curta e direta, a artista apenas pediu justiça à suas colegas de profissão, que tiveram seus trabalhos aclamados no último ano.

Charli XCX não recebeu nenhuma indicação esse ano e Rina Sawayama foi indicada a categoria prévia “Rising Star”, que é como se fosse um artista revelação anunciado fora da cerimônia, porém perdeu para a cantora Griff.

Caso você não se lembre da polêmica envolvendo a interprete de “XS” e a premiação, vamos recapitular. Rina é uma cantora nipo-britânica, nasceu no Jpaão mas vive há 25 anos em Londres. Por conta da falta de nacionalidade britânica ou irlandesa, as premiações do país não queriam reconhecer o seu trabalho.

>>> Mesmo morando há 25 anos no UK, Rina Sawayama é impedida de concorrer à premiações britânicas

O assunto chamou a atenção do mundo todo e a , após muita luta, as premiações mudaram suas regras de elegibilidade.

Como Rina lançou um dos álbuns mais aclamados de 2020 e havia sido indicada ao “Rising Star” – mesmo perdendo para Griff – a expectativa era de que a cantora fosse reconhecida nas categorias principais, mas a realidade não foi essa.

>>> ELA CONSEGUIU! Após mudança em regras de elegibilidade, Rina Sawayama é indicada ao BRIT Awards 2021

Infelizmente, Rina Sawayama segue na luta para um dia ter seu trabalho reconhecido em seu país. A indignação de fãs e admiradores na internet é grande, mas o BRIT Award, até o momento, não se pronunciou.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<