Lea Michele se desculpa após ser acusada de maus tratos nos bastidores de “Glee”

A série “Glee” foi um enorme sucesso entre 2009 e 2015, e é lembrada até hoje, com muito carinho, pelos fãs. A produção ganhou destaque por apresentar grande diversidade e mostrar temas importantes a serem discutidos. Porém, os bastidores do programa sempre foram muito tumultuados.

Na segunda-feira (1), diversos membros do elenco negro da série, responderam a um tweet da protagonista Lea Michele, intérprete da personagem Rachel Berry, sobre o movimento “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam, em inglês) e o assassinato brutal de George Floyd pela polícia de Minneapolis, relembrando atitudes racistas e discriminatórias da artistas nos bastidores da série.

“Rindo muito! Você se lembra de quando fez do meu primeiro trabalho na TV um inferno? Porque eu nunca vou esquecer. Acho que você disse para todo mundo que, se tivesse a oportunidade, ‘cagaria na minha peruca’, entre outras micro-agressões traumáticas que me fizeram me questionar sobre a carreira em Hollywood”.

Na manhã de hoje (3), a atriz se pronunciou em uma postagem no Instagram e se desculpou por seus atos, dizendo que, apesar de não se lembrar, vai aprender com isso e se tornar um bom exemplo para seu filho que está a caminho.

https://www.instagram.com/p/CA-HatxlQ6h/

“Uma das lições mais importantes das últimas semanas é que precisamos tirar um tempo para ouvirmos e aprendermos sobre as perspectivas de outras pessoas e nosso papel para ajudar as injustiças que enfrentamos. Quando eu tweetei, no outro dia, foi para mostrar suporte aos nossos amigos, vizinhos e a comunidade de cor durante esses tempos difíceis. Mas as respostas que eu recebi sobre o que postei, me fez focar especificamente em como meu próprio comportamento para com meus colegas de elenco foi recebido por eles.
Mesmo que eu não me lembre de ter dito aquelas coisas e eu nunca tenha julgado os outros pela cor de pele ou por seu passado, essa não é a questão. O que realmente importa é que a forma que eu me comportei feriu as pessoas. Talvez fosse minha posição privilegiada e perspectiva que me fez parecer imprópria ou insensível algumas vezes, ou a minha imaturidade que me fez ser desnecessariamente difícil, eu me desculpo por meu comportamento e por toda dor que eu causei. Todos podem amadurecer e mudar e eu definitivamente usei os últimos meses para refletir sobre minhas ações.
Eu estou há alguns meses de me tornar mãe e eu sei que preciso continuar a melhorar e me responsabilizar pelos meus ator, para que eu possa ser um exemplo para meu filho e ensinar que eu aprendi com meus erros. Eu ouvi todas as críticas e estou aprendendo. Embora eu sinta muito, eu serei melhor no futuro por conta disso”.

A atriz e cantora já tinha perdido patrocínios após a história ter vindo à tona.