Lea Michele perde patrocínio após acusações de racismo dos ex-colegas de “Glee”

A série “Glee” foi um enorme sucesso entre 2009 e 2015, e é lembrada até hoje, com muito carinho, pelos fãs. A produção ganhou destaque por apresentar grande diversidade e mostrar temas importantes a serem discutidos. Porém, os bastidores do programa sempre foram muito tumultuados.

Na noite de ontem (1), diversos membros do elenco negro da série, responderam a um tweet da protagonista Lea Michele, intérprete da personagem Rachel Berry, sobre o movimento “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam, em inglês) e o assassinato brutal de George Floyd pela polícia de Minneapolis, relembrando atitudes racistas e discriminatórias da artistas nos bastidores da série.

As acusações repercutiram na internet e uma das marcas parceiras e patrocinadoras da atriz e cantora, a HelloFresh, que trabalha com refeições saudáveis, anunciou que estaria rompendo a parceria imediatamente.

“HelloFresh não perdoa racismo ou discriminação de qualquer tipo. Nós estamos desapontados em saber das recentes alegações envolvendo Lea Michele. Nós levamos isso muito a sério, e terminamos nossa parceria com Lea Michele com efeito imediato”.

Lea Michele ainda não se pronunciou sobre o assunto.