Kanye West chora em comício e revela querer ter abortado sua primeira filha com Kim Kardashian

Atualmente engajado em reuniões públicas e cumprindo a agenda de sua candidatura à presidência dos Estados Unidos, Kanye West realizou declarações polêmicas durante sua passagem pela cidade de North Charleston, na Carolina do Norte.

No comício realizado ontem, 19, o rapper revelou que não tinha intenções de seguir com a gravidez ao lado de Kim Kardashian, por isso, sugeriu a esposa que realizasse o aborto. O rapper ainda conta que pensou na possibilidade de Kim estar com Aids, já que levava uma “vida de rapper desregrada”.

Na mesma fala, West demonstra-se arrependido e compara a relação que seus progenitores tiveram quando sua mãe descobriu que estava grávida. Seu pai, assim como ele, não desejava ter o primeiro filho: “Minha mãe salvou minha vida. Não existiria Kanye West porque meu pai estava muito ocupado”, declarou.

Apesar do pedido, o intérprete de “Follow God” conta que sua Kim “defendeu” sua filha e decidiu ter a North West, que hoje está atualmente com 7 anos. “Quase matei minha filha”, dizia ele com lágrima nos olhos. Ainda sobre o assunto, Kanye diz que não quer que o aborto seja ilegal, mas que gostaria de oferecer algum tipo de auxílio para as mães.

Abaixo, confira o momento da fala do rapper legendado pelo Kardashian Brasil: