James Corden fala sobre o escândalo do ”Carpool Karaoke” após imagem das gravações serem divulgadas

James Corden fala sobre o escândalo do ”Carpool Karaoke” após imagem das gravações serem divulgadas

Se você esteve ativo na internet nos últimos dias, deve ter visto a foto que mostra o apresentador James Corden gravando um episódio do seu famoso quadro “Carpool Karaoke”, porém a imagem revela que o apresentador não está dirigindo o carro.

A imagem viralizou nas redes sociais onde fãs falaram que foram enganados por James. “Tenho certeza de que muitos de vocês ouviram falar, recentemente fui vítima de um escândalo na mídia e houve algumas acusações muito, muito sérias feitas contra mim”, disse Corden em arrependimento durante o início de seu programa em relação a a inundação de postagens reagindo ao vídeo revelado.

James, é claro, se divertiu com todo o buzz que gerou, lendo algumas manchetes da imprensa escandalizada que incluía: “a pior mentira desde o Papai Noel, por que ‘Carpool Karaoke’ é o maior engodo da TV “. “Olha, eu só estou chocado por ter feito algo que chateou mais as pessoas do que ‘Cats’ “, ele brincou sobre o fracasso do longa que co-estrelou. 

Ele jurou que 95% das vezes ele realmente está colocando em risco a vida das maiores estrelas pop do mundo. Durante o programa James listou todos os episódios que ele fez usando um reboque, totalizando cinco, incluindo Meghan Trainor, Migos, Cardi B, Chance the Rapper e a terceira terceira aparição de Justin Bieber, e em seguida, uma lista muito, muito mais longa de todos os que ele não utilizou o reboque, totalizando quase 50.

No caso do Justin Bieber, era uma questão de segurança, onde a equipe do programa achou “melhor rebocar o carro porque, francamente, eu continuava me perdendo nos olhos dele”, disse James.

Justin levou a situação no humor e fez um tweet falando sobre o escândalo. Confira:

“Espere … você não estava dirigindo o carro?” 
“Como você pôde James? Estou chocado.”

Confira o pronunciamento de James:

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<