Harry Styles fala, em entrevista, sobre seu privilégio branco e como ele tenta fazer com que todos se sintam incluídos

Capa da edição de setembro da renomada revista Rolling Stone, Harry Styles deu uma grande entrevista para o veículo, onde expôs seus planos para o próximo álbum, revelou detalhes de músicas e a experiência no memorável grupo One Direction.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/e-tudo-sobre-transar-e-se-sentir-triste-diz-harry-styles-sobre-novo-album/

Durante a entrevista, o cantor foi questionado sobre o que as bandeiras LGBTQ+’s na plateia significavam para ele. A resposta foi a seguinte:

“Quero fazer as pessoas se sentirem confortáveis sendo o que quiserem. Talvez em um show você possa ter um momento para saber que não está sozinho. Estou ciente de que, como homem branco, eu não passo pelas mesmas coisas que muitas pessoas que vêm aos meus shows. Não posso afirmar que sei como é, porque não sei. Então eu estou tentando não dizer ‘eu entendo como é’. Só estou tentando fazer com que as pessoas se sintam incluídas e vistas.”

É um reizinho sensato mesmo, não é?

O segundo disco de Harry Styles, sucessor do homônimo lançado em 2017, segue sem data para chegar, porém felizmente o trabalho já está em sua fase final de conclusão.