Há uma semana do lançamento do "Camila", crítica é só elogios ao álbum de estreia solo da cantora

Falta apenas uma semana para podemos colocar nossas mãos no “Camila“, o aguardado álbum de estreia solo de Camila Cabello. Alguns críticos já conseguiram ter acesso ao material e já divulgaram suas resenhas, que apresentam momentos bastante animadores.

A Official Charts deixa claro que o ponto mais intenso do disco está entre as músicas três e cinco. “Inside Out” é um reggaeton pesado, enquanto “She Loves Control” tem um refrão contagiante e é um hit em potencial. Entre elas, temos “Havana“. Essa vocês já conhecem.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/shelovescontrol-camila-cabello-libera-previa-de-mais-uma-musica-inedita-ouca/

O álbum vai se cadenciando e se tornando acústico, tendo “In The Dark” como transição. “All These Years” é somente no piano, enquanto “Consequences” e “Something’s Gotta Give” são baladas bastante emotivas. “Into It” fecha o álbum de forma brilhante, segundo o crítico, sendo a melhor de todas na opinião dele.

O The TimesDaily Mail, ambos do reino unido, deram nota quatro de cinco para o “Camila”. “Cabello soa em seu álbum de estreia, e como ela teve sucesso fazendo um álbum que é pessoal sem ressoar as revelações de detalhes privados. É realmente a máxima expressão dela, individualmente“, diz o crítico do primeiro. “Ela já está tomando forma para ser a nova estrela mais brilhante do ano“, ressalta o último. O The Sun ainda acrescenta: ” O álbum inaugural é inteligente, cheio de inteligência e emoção. A decisão de deixar a banda há 13 meses foi correta”.