Há oito anos, Beyoncé lançava seu quarto álbum solo, o auto-reflexivo "4"; relembre

Em 24 de junho de 2011, Beyoncé lançava seu quarto álbum solo de estúdio, o auto-reflexivo “4“. Depois de um hiatus de três anos desde o seu último projeto, o aclamado “I Am… Sasha Fierce“, Bey chegava com uma proposta completamente diferente. Deixando o pop farofa de lado, a intérprete de “Single Ladies” apostava numa sonoridade R&B tradicional, com letras que refletiam sobre seu próprio “eu”, além de temas pertinentes, como o feminismo.

O título do álbum, vem do fato do número 4 ser especial para a cantora. É o dia de seu aniversário e do de seu marido, Jay-Z, além do seu aniversário de casamento também coincidir com o quarto dia do mês.

“4” conta com 12 faixas e sua versão standard, sendo que seis delas foram singles. O álbum possui críticas positivas, que elogiam essa mudança de sonoridade de Beyoncé, e alcançou uma nota 73 no Metacritic.

O carro-chefe do trabalho, “Run the World (Girls)” fora lançado mais cedo, em 21 de abril do mesmo ano, e alcançou o a posição #29 na Hot 100. Nenhum single do projeto alcançou o Top 10 da principal parada da Billboard.

Apesar do vazamento do álbum algumas semanas antes da data de lançamento oficial, “4” teve um bom desempenho comercial. Em sua primeira semana de vendas, foram cerca de 310 mil cópias comercializadas, conquistando o topo da Billboard 200. Apesar de ter a pior primeira semana de vendas de Beyoncé, também foi o primeiro trabalho  da cantora a permanecer por mais de uma semana no primeiro lugar da parada de álbuns. “4” é certificado de platina nos EUA por mais de 1 milhão de cópias vendidas.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/de-arrepiar-beyonce-e-donald-glover-cantam-em-novo-teaser-de-o-rei-leao/

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<