Há 2 anos, Taylor Swift detonava sua reputação com o aclamado álbum "reputation"

Em 25 de agosto de 2017, Taylor Swift conta-nos o que nós fizemos ela fazer com o lançamento de “Look What You Made Me Do”, marcando o início de uma nova era em sua carreira musical. Quase três meses após o lançamento da faixa, ela finalmente nos entrega o aclamado “reputation”, material que conta sua história com a imprensa, fãs, amores e sua temida reputação.

“Look What You Made Me Do”, lead single do disco, traz a cantora poderosa, confiante e bem resolvida com seu passado. É conhecida por ser um possível shade para Katy Perry, sua principal rival naquela época. Sem sombras de dúvidas, o momento mais icônico da faixa é a parte falada: “I’m sorry, the old Taylor can’t come to the phone right now (…) Why? Oh, ‘cause she’s dead!”.

O intuito da norte-americana era nos contar tudo que viveu neste período, onde foi atacada diversas vezes, instaurou-se uma fama de “cobra”, desavenças na mídia e até processos judiciais. A frase “When she finally rose, she rose slowly” é uma parte do tema de abertura de sua consagrada turnê “reputation stadium tour”, fazendo referência aos tópicos citados.

“O bombástico, inesperado e sutilmente poderoso Reputation é muitas coisas ao mesmo tempo: o primeiro álbum em que Swift diz palavrões (as interjeições amenas de discos anteriores não contam); o primeiro álbum em que ela fala de bebidas alcoólicas (e repetidamente, aliás); e o veículo para suas canções mais escancaradas sobre seu papel como agente sexual. Swift já tem 27 anos, e as coisas que ela costumava se negar — ao menos nas canções — ficaram no passado.”, aclamou o The New York Times.

Depois de resumida a premissa do álbum, é hora de falar de números. Números grandes! Taylor Swift é conhecida por vender absolutamente tudo que coloca no mercado, com a superprodução não foi diferente.

Em sua primeira semana no mainstream, somente nos EUA, “reputation” vendeu cerca de 1.238 milhões de unidades. Estima-se que, em todo o mundo, foram consumidas cerca de 2 milhões de cópias do trabalho. O disco estreou em primeiro lugar na Billboard 200, principal parada de álbuns dos Estados Unidos e ficou por por 103 semanas no chart da plataforma.

Infelizmente, o trabalho da norte-americana não rendeu qualquer vitória no Grammy daquele ano e nem do seguinte. Ainda sim, foi indicado na categoria de “Melhor Álbum Pop” em 2018.

A “reputation stadium tour” contemplou os hits do álbum e foi um sucesso global, alcançando o recorde pelo The Music Network pela arrecadação de U$266 milhões de dólares pelo projeto. Ganhou uma filmagem inédita dos shows, que está disponível somente para assinantes da Netflix.

E aí, qual seu material preferido do aclamado “reputation”? Continue a conversa direto das redes sociais do Portal Famosos Brasil. Esperamos você, big reputation, big reputation…