“Good Girl Gone Bad”: álbum de Rihanna completa 12 anos

12 anos de um hinário.

“Good Girl Gone Bad”, terceiro álbum de estúdio de Rihanna, completa 12 anos nesta sexta-feira (31). O trabalho é reconhecido por ter impulsionado mundialmente a carreira da cantora. Foi o segundo disco de Riri a atingir o topo da Billboard 200, sucedendo “A Girl Like Me”, lançado em 2006. “Good Girl Gone Bad” permaneceu duas semana no topo e 62 no ranking.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/rihanna-escala-modelo-de-67-anos-para-campanha-de-sua-grife-fenty/

Com dois álbuns de estúdio, Rihanna já havia provado seu talento ao emplacar “SOS” no topo da Hot 100, mas a crítica especializada ainda tinha um certo pé atrás com “aquela garota das ilhas”. Com o apoio de seu mentor Jay Z e um time de colaboradores de peso, Rihanna decidiu entregar um álbum que fizesse jus a sua vontade de ser a “Madonna negra”, declaração dada pela própria à revista People na época.

A mudança drástica de sonoridade mereceu uma mudança equivalente em seu visual. Rihanna corta as madeixas castanhas e aparece com seu icônico chanel preto repicado. Estava marcada uma nova era que transformou aquela boa garota na Bad Gal que conhecemos hoje.

https://www.instagram.com/p/ByJaYLyAcD5/

“Umbrella” foi o carro-chefe do disco e um dos hits mais bem sucedidos da barbadiana. A música, em parceria com Jay Z, ficou oito semanas no topo da Billboard Hot 100. Depois vieram os singles “Shut Up And Drive”, “Don’t Stop The Music”, “Hate That I Love You”, com Ne-Yo, e “Rehab”, com Justin Timberlake. Um disco bem trabalhado e com parcerias de peso.

O álbum ganhou relançamento em 2008, “Good Girl Gone Bad: Reloaded”, e mais três singles adicionais foram apresentados: “Take A Bow”, “If I Never See Your Face Again”, com Maroon Five, e “Disturbia”.

O primeiro e o terceiro, assim como “Umbrella”, atingiram o topo da Hot 100.  Qual a sua faixa predileta?

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets