"Gays também são discriminados" – Opina Sir Ian McKellen sobre a falta de diversidade dos Oscars

A internet não ficou satisfeita com as indicações do Oscar, que saíram este mês e causaram o maior alvoroço.

Com razão, muitos questionaram a falta de representantes negros na cerimônia, que parecia ter sido vendida completamente à Hollywood branca, quando muitos filmes recentes em que pessoas étnicas foram protagonistas ou coadjuvantes de peso foram simplesmente ignorados.

Viola Davis, estrela do sucesso de televisão How to Get Away With Murder, já deu seu parecer sobre o assunto, e agora quem levantou mais questões oportunas foi o respeitado Sir Ian McKellen, que questionou a falta de representatividade LGBTQ tanto nas telonas quanto na cerimônia:

No vídeo, o ator britânico, indicado, compara a situação dos gays à das mulheres e dos negros: para ele a falta de diversidade e reconhecimento da Academia é “legítima”, e ninguém parece tão preocupado com isso quanto deveria.

Raramente se vê um personagem não heterossexual ou cisgenero se destacando num filme de grande porte, como apontado por McKellen, e de acordo com ele este é o grande problema de Hollywood atualmente.

A cerimônia, que vem causando mais polêmica que seus organizadores esperavam, acontece no dia 28 de fevereiro.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets