Fugindo de polêmicas, Maroon 5 cancela tradicional coletiva de imprensa pré-Super Bowl

No próximo domingo (03), acontece a 53ª edição da final da National Football League no Mercedez-Bens Stadium, estádio inaugurado há apenas dois anos em Atlanta, que custou 1,6 bilão de dólares e conta com teto retrátil e um supertelão 360º.

O tradicional show do intervalo ficará por conta da banda Maroon 5, com participação dos rappers Travis Scott e Big Boi. Desta vez, contrariando a tradição, o grupo decidiu não realizar coletiva de imprensa pré-evento para contar sobre a apresentação.

A NFL diz que o Maroon 5 e seus convidados querem “deixar o show falar por si” – mas, segundo o TMZ, é óbvio que na verdade tudo é em razão do episódio envolvendo o jogador Colin Kaepernick que causou polêmica se ajoelhando em campo durante a execução do hino dos Estados Unidos, na edição de 2016 da competição. Considerado por muitos um ato desrespeitoso, a atitude de Kaepernick foi um protesto contra a opressão racial nos EUA. A atitude do jogador foi argumento para bani-lo da NFL.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/tecladista-do-maroon-5-defende-banda-sobre-apresentacao-no-super-bowl/

Por essa razão, foi difícil encontrar alguém que aceitasse o convite para se apresentar no, até então, desejado intervalo da competição. Artistas como Jay-Z, Rihanna e Kelly Rowland disseram NÃO para a NFL.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/ao-lado-de-steve-carell-e-lil-jon-cardi-b-estrela-novo-comercial-da-pepsi-para-o-super-bowl-assista/

A coletiva de imprensa foi substituída por divulgação nas mídias sociais.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<