Ex-integrante do Paramore compara pedofilia com homossexualidade e Hayley Williams responde

O ex-guitarrista da banda Paramore, Josh Farro, que deixou a o grupo em 2010, causou polêmica na internet com um comentário homofóbico, onde compara pedofilia com homossexualidade. Obviamente o caso ganhou uma grande repercussão e até Hayley Willaims, vocalista do grupo, foi a internet criticar a atitude de Farro.

Em uma postagem sobre pedofilia, o ex-guitarrista foi dar seu ponto de vista sobre a situação, chamando de “perversão” o ato de ter relação com menores de idade. O problema aconteceu logo em seguida, quando Josh concluindo dizendo, “assim como homossexualidade“, deixando claro que ambos são igualmente perversos.

Ao longo do comentário, Farro continua explicando seu ponto de vista sobre a pedofilia:

‘Nós estamos falando de orientação sexual, algo que nós simplesmente não conseguimos mudar.’ AKA aceitando pedofilia como algo normal. Essa é uma sutil tática de lavagem cerebral [para levar] as pessoas a um estado de tolerância. E, então, de tolerância para aceitação. E da aceitação para a defesa“, conclui o ex-integrante do Paramore.

Imagem
(Facebook)

Por conta dessa comparação homofóbica, Hayley Williams, foi a internet demonstrar todo seu apoio a comunidade LGBTQ+ e deixar claro porque o grupo passou por constantes mudanças entre seus membros, hoje estando em apenas três.

O Paramore não concorda com crenças religiosas e políticas que deixam nossos fãs, amigos e familiares LGBTQIA+ se sentindo abandonados e sem esperança. E, se você não concorda com isso, pode ir para onde todos os antigos membros do Paramore foram, que é para qualquer lugar que não seja o Paramore“, disse Williams.