Escola exibe o remake “O Rei Leão” e Disney cobra 250 dólares pela reprodução não-autorizada do filme; entenda

Uma escola em Berkeley, California, realizou um evento beneficente do tipo “noite dos pais” e exibiu o remake de “O Rei Leão”, porém eles não imaginavam que aconteceria algo além de fazer as crianças felizes.

A escola recebeu um e-mail de uma empresa de licenciamento dois meses depois do evento dizendo que teriam de pagar 250 dólares por exibir ilegalmente o filme.

“Um dos pais comprou o filme na Best Buy (loja famosa de departamentos nos Estados Unidos”, disse o diretor da Associação de Pais e Mestres da escola para a CNN. “Ele o comprou. Nós literalmente não tínhamos ideia de que estaríamos quebrando as regras.” Embora a escola não saiba exatamente como a empresa de licenciamento descobriu a exibição do filme, o diretor disse que a escola pagaria de uma maneira um tanto relutante pelo custo dessa taxa.

Um e-mail foi enviado foi enviado para a escola pela Associação de Licenciamento de Filmes dos Estados Unidos, dizendo que a escola havia recebido o alerta pela exibição da animação durante um evento no dia 15 de novembro. Essa associação controla a licenciação dos filmes da Disney e de outros estúdios. E como a escola realmente não tinha essa licença, foram autuados em pagar 250 dólares por conta disso e ainda mais 250 dólares para cada filme que fosse apresentado futuramente em qualquer evento.

“Toda vez que um filme é exibido fora de casa, é obrigado possui uma permissão legal para sua exibição, pois é considerada uma exibição pública”, dizia o e-mail. “Toda vez que um filme é exibido sem a devida licença, os direitos autorias são violados e a entidade que exibiu o filme pode ser multada pelo estúdio que produziu.”

Uma das mães dos alunos da escola acredita que a Disney estava sendo injusta. “Houve uma iniciativa aprovada em 1979 chamada de “Proposição 13″ da qual lança imposto sobre a propriedade de todas as terras e as taxas da Disney estão em valores lá de 1978 que se traduz hoje em milhões e milhões da qual ela não está pagando. Por conta desse caso, nossas escolas estão extremamente subfinanciadas, passamos dos anos 70 entre os principais sistemas educacionais dos EUA para um dos mais baixos”. Ela ainda disse que os pais estão bravos por conta dessa multa, que não é um preço baixo a pagar pelas famílias de baixa renda. “É tão espantoso que uma corporação incrivelmente rica esteja fazendo com que seus agentes de licenciamento busquem casos como esse depois da escola tentar levantar quantias insanas de dinheiro para pagar professores, cobrir bolsas de estudos financeiros e gerenciar programas escolares” concluiu.

A rede CNN tentou questionar a Disney sobre o caso porém não obteve resposta. Enquanto a escola arrecadou 800 dólares no evento que exibiu o filme, agora está se esforçando para cobrir a multa de 250 dólares, porém, depois desse caso, algumas pessoas se movimentaram para ajudar a escola com diversas doações.