Em nova entrevista, Anitta dribla preconceitos, fala sobre plásticas e afirma que "não está desesperada para encontrar alguém"

Com agenda cheia, várias colaborações especiais no começo deste ano e ainda projetos futuros, Anitta tirou um tempinho para responder algumas perguntas da revista “Boa Forma“, estando também na capa e recheio da nova edição do impresso.

Para a publicação, ela falou de diversos assuntos, incluindo sua aparência, treino, cirurgias plásticas e também sobre namoro.

Reprodução: Revista Boa Forma/Internet/Editora Abril.

 

Logo de cara, ela foi direta em afirmar que sofre preconceitos diversos, seja por ser mulher em um mundo machista ou por ter vindo de uma local humilde como as favelas ou do funk.

Gosto de quebrar rótulos. Se você é bonita, não pode ser inteligente. Se rebola, não é de respeito. Se não tem namorado, não é madura. Se faz plástica, não tem talento. Quem disse? Lido com o preconceito diariamente. Por me expor, por ter vindo do funk e da favela”, afirma para a revista. “O público pede honestidade. O problema é que, quando você dá isso, muitos criticam. Ainda assim, prefiro ser verdadeira a me esconder. Não estou causando, estou vivendo!

Sobre procedimentos estéticos, ela foi direta e verdadeira, faz mesmo, quando dá vontade e não precisa esconder de ninguém:

Todo mundo tem seus defeitos e suas qualidades. Ficar procurando a perfeição é uma roubada”, analisa. “Quando faço plástica, conto mesmo. Não condeno quem esconde, mas não vejo motivo para disfarçar. O Brasil é o segundo país em número de cirurgias plásticas. Como, se ninguém faz? Eu não sei mentir.” Anitta corrigiu o nariz (que achava horrível) e as mamas (que eram grandes), duas vezes. Fez lipo. Aumentou as maçãs do rosto. Preencheu os lábios, sim. “Da última vez, eles ficaram inchados demais porque eu estava resfriada, tomei anti-inflamatório e tive uma reação. Mas sou impulsiva e não vejo problema nenhum em mudar o que não curto. Para mim, é como cortar o cabelo. Vou lá e faço.”

Já sobre namoro, Anitta afirmou que no momento está em paz e não sente a necessidade de estar com alguém para ser feliz:

Tenho meu trabalho, minha vida. Não sinto essa necessidade louca de estar com alguém. Não saio pegando qualquer um. Sem falar que sou uma mulher exigente que conhece as próprias qualidades. Não admito que duvidem do meu valor. O cara não precisa ser famoso ou rico, mas boa pessoa, ter caráter

Confira muito mais sobre a entrevista no Central Anitta.

Assista o videoclipe de “Loka” da cantora com Simone e Simaria abaixo:

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets