Em documentos de conservatória, irmã de Britney Spears herdaria o espólio da artista

Em 2004, Britney Spears criou o “SJB Revocable Trust”, com função de proteger sua fortuna. Segundo informações obtidas pelo The Blast, a irmã de Spears, Jamie Lynn, foi nomeada administradora dele em 2018, pelo pai da cantora, e por Andrew Wallet, ambos os tutores da artista na época.

Em vida o dinheiro pertence à Britney, mas caso a cantora venha a falecer, Jamie será responsável pelo fundo, com função de garantir o futuro financeiro dos herdeiros, Sean e Jayden Ferdeline. Com isso ela terá acesso a todo o inventário, incluído propriedades, obras de arte, carros e joias.

Desde 2008, Spears foi colocada em uma tutela, ela não possui mais controle sobre seu próprio dinheiro, e não lhe é permitido viajar, casar ou engravidar sem a autorização do seu pai. Britney está tentando tirar seu progenitor do controle, várias audiências estão sendo feitas, com o intuito de acabar com a conservadoria.

Na internet, fãs da cantora estão revoltados, o movimento “#FreeBritney” tem ganhado destaque, até famosos estão aderindo. Todos eles pedem pela liberdade de Spears. Confira seu último lançamento: