"É tudo sobre transar e se sentir triste", diz Harry Styles sobre novo álbum

Capa da edição de setembro da “Rolling Stones“, Harry Styles afirmou para a revista que está dando os retoques finais em seu novo álbum. O cantor conta que o seu novo trabalho está cheio das músicas mais tristes e sentimentais que já escreveu.

“É tudo sobre transar e se sentir triste”.

Está é a definição de Harry para suas novas músicas, que terão uma pegada mais soul  e letras mais maduras em relação ao seu primeiro disco.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/harry-styles-recusa-papel-de-principe-eric-no-remake-de-a-pequena-sereia/

Harry, também não deixou de citar a One Direction. O cantor de 25 anos afirma que não mudou a essência dele durante a permanência na banda, que se não sentiu preso e que se não tivesse aproveitado, não teria feito.

“Eu não sinto que me segurei em nenhum momento. Foi muito divertido. Se eu não tivesse gostado, não teria feito. Não era como se eu tivesse preso a um radiador.”

Styles continua dar visibilidade ao movimento LGBTQ+,  ele nota com frequência as bandeiras em seus shows. Harry quer com que as pessoas se sintam o máximo de conforto no estando no lugar que elas querem estar.

“Talvez um show você pode ter um momento de consciência de que não está sozinho. Eu sou ciente de que sou um homem branco, eu não passo pelas mesmas situações que um monte de pessoas que vem ao meu show passam. Eu não posso dizer que sei como é, porque eu não sei. Então não estou tentando dizer ‘eu entendo como é’, eu só estou tentando com que as pessoas se sintam inclusas e visíveis.”

Além da entrevista, Harry Styles protagonizou um ensaio incrível, confira algumas fotos abaixo:

Resultado de imagem para rolling stones harry styles