E continua… Nicki Minaj confronta novamente Cardi B mostrando o debute do "Pink Friday"

Hoje (14) começou oficialmente a nova temporada da treta entre Nicki Minaj e Cardi B.

Depois da caribenha alfinetar a americana em um podcast do Spotify e Bardi postar um print mostrando que o “Invasion of Privacy” segue vendendo bem, Onika agora vem com novas informações para tentar derrubar o argumento da rival.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/queima-cardi-b-rebate-shade-de-nicki-minaj-mostrando-as-vendas-do-invasion-of-privacy/

A rapper disse que estava comemorando o aniversário de 1 ano do álbum “Queen” e falou sobre o “Pink Friday”, seu primeiro álbum, lançado em 2010. Ela relembrou que o trabalho foi o disco foi o maior debute feminino da década nos Estados Unidos e o segundo no ranking geral, atrás apenas do “Thank Me Later” do Drake.

Minaj ainda aproveitou para falar que na época do lançamento do “Pink Friday” streams não eram contabilizados pela Billboard e que ele foi uma das percursoras para fazer com que isso mudasse.

“É aniversário do Queen e eu gostaria de agradecer vocês por fazer esse álbum platinado com pequeno apoio das rádios. – Pink Friday também significa muito pra mim, nós fizemos esses números de primeira semana quando apenas as vendas eram contabilizadas. Vendas de singles não contavam para o álbum até que eu e outros como eu demandamos que toda a música que estava sendo roubada ou tocada, começasse a contar para as posições de álbuns da Billboard. Vocês todos estiveram comigo para sempre. Amo vocês muito. Quem está no top 50? – Eu amo o fato que lá traz quando eu acreditei em mim mesma para não aceitar um acordo 360.”

O acordo 360 é quando os selos investem no artista e ganham uma porcentagem de tudo o que ele lucra, sendo com vendas, streams, turnê ou merchandising. No ano passado, um advogado de Cardi já havia revelado que ela tem esse tipo de acordo firmado com a Atlantic Records.