Dono da Silicon Minds, Roberto Castello Branco se consolida no ramo de reputação online

Há 35 anos criando e desenvolvendo campanhas para grandes empresas sediadas no Brasil e cuidando da reputação online de corporações e personalidades, Roberto Castello Branco possui uma relevante trajetória no marketing.

Não à toa, o marketeiro acumula uma carteira impactante de clientes em sua jornada, que incluem as gigantes Coca-Cola, Bob’s, LOreal, Shell, Souza Cruz, Johnson & Johnson, além de empresas do ramo do cinema, entre outras, uma pequena amostra das corporações que conquistou ao longo anos.

Para construir essa história de sucesso, Castello Branco precisou se dedicar fortemente ao trabalho e ao estudo de alguns conceitos importantes para a sua área, como, por exemplo, o marketing promocional.

Devido ao que o empresário chama de um “cansaço cívico do Brasil”, pela falta de segurança e outras questões, e movido por uma vontade de conhecer mercados diferentes, ele então se muda para Miami, nos Estados Unidos, onde comanda uma equipe diversificada, que envolve pessoas de seis nacionalidades diferentes, o que gera múltiplos resultados.

Sobre o sucesso da empresa, Roberto revela que o seu segredo é manter uma “visão criativa com resultados e marketing de alta qualidade”.

Além disso, o marketeiro agrega a esse segredo muito talento, ousadia e investimentos que o levaram a consolidar sua marca na América Latina. Com sua inquietação em ir mais além, Castello Branco inclui em seu currículo a realização de diversos eventos, feiras e congressos corporativos.

Se utilizando da estratégia mais antiga no universo corporativo, a “boca a boca”, Castello Branco ficou conhecido e se consolidou no ramo da proteção de reputação online, o que fez com que a Silicon Minds surgisse.
Baseada nos três pilares “segurança, sigilo e proteção”, a empresa, sediada nos EUA, trabalha com a construção da melhor reputação online possível para os seus clientes e, com alcance de 100% de sucesso, possui uma equipe de colaboradores altamente capacitada e utiliza tecnologia de ponta para blindar efeitos negativos gerados pela internet na imagem de pessoas físicas e jurídicas.

A Silicon Minds atua com o afastamento de links negativos, garantia da relevância de assuntos positivos e blindagem digital de assuntos negativos futuros dos seus mais de 280 clientes já alcançados, com mais de 535 projetos desenvolvidos

O interessante é que, apesar de estar presente nos Estados Unidos, 60% do público da Silicon Minds é brasileiro, o que comprova a “tropicalização” dos valores cobrados pela empresa, como explica o empresário.

Questões nocivas, como fake news, ataques de ódio, concorrentes, consumidores desleais, acusações infundadas, material audiovisual desabonadores, acontecimentos negativos do passado, escândalos de cunho pessoal e profissional são cuidadas pela empresa, que monitora diariamente esses fatores para garantir 100% de proteção.

Roberto explica, em entrevista, que mais de 80% das empresas e personalidades monitoradas pela Silicon Minds decidem prolongar seus contratos. Esse resultado positivo só é possível, no entanto, com estratégia e tempo, e, por esse motivo, geralmente os contratos têm duração de 12 meses.

O empresário alerta, ainda, que a presença negativa no meio digital influencia de forma direta nos resultados dos negócios de profissionais de diversas áreas, como médicos, advogados, influenciadores, celebridades, esportistas, bilionários e pessoas jurídicas, público que geralmente busca os serviços da empresa.

Em 2022, a grande novidade que a Silicon Minds traz é a implementação de uma tecnologia que visa combater o ataque de hackers, que utilizam o vírus ransomware para roubar dados confidenciais de grandes corporações, com objetivo de “cobrar resgate” pela devolução destes aos seus donos.

O dono da Silicon evidencia que esse tipo de atividade criminosa atinge aproximadamente 90% das empresas do Brasil, apesar desses números não serem abertamente divulgados, e que ela já é considerada como o possível motim de uma terceira guerra mundial, que, desta vez, seria digital.

“Não negociamos com hackers”, avisa o empresário, que conta utilizar em sua empresa uma tecnologia especializada em resgatar essas informações criptografadas pelos hackers, para que estas voltem a ser confidenciais novamente.

Além do trabalho gigante que Castello Branco desenvolve no marketing, e com todas as novidades constantes no seu negócio, o marketeiro encontra espaço para se dedicar às causas sociais.

Uma delas é o SOS EB Kids, projeto que cuida de crianças com Epidermólise Bolhosa, uma doença rara que gera a formação de bolhas na pele proveniente de atritos ou traumas mínimos, ação esta que Roberto faz questão de divulgar.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets