De volta ao topo, álbum "Teenage Dream" de Katy Perry pode ganhar oficialmente certificado de Diamante nos EUA em breve

Com o ótimo desempenho de seu novo single nas paradas, “Never Really Over”, Katy Perry deve ganhar mais um presente pelo seu legado na indústria fonográfica dos Estados Unidos em breve.

Ainda não foi confirmado pela RIAA (a Associação Norte-Americana de Singles e Álbuns), mas aparentemente o álbum “Teenage Dream” da cantora está oficialmente muito perto de conquistar o certificado de Diamante nos Estados Unidos por 10 milhões de unidades vendidas – vendas + streaming.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/segundo-jornalista-katy-perry-iniciara-nova-turne-em-breve-e-brasil-estara-na-rota/

Algumas das mais importantes contas e fontes musicais do Twitter já anunciaram a novidade, que deixou os fãs da cantora nesta segunda-feira totalmente extasiados.

É o primeiro disco de Katy a atingir a marca. Vale lembrar que com o material, Katy é a única artista feminina e única musicista viva a emplacar 5 singles em #1 na Hot 100. O único outro que realizou o mesmo feito foi Michael Jackson e seu álbum “Bad”.

Ambos estão empatados com 5. Com “The One That Got Away”, Katy tentou quebrar o recorde de MJ, porém, a faixa estagnou no Top 3 ainda em 2011.

https://twitter.com/musicnewsfact/status/1135665069747032071

https://twitter.com/inmywitness/status/1135579701282369542

Vale lembrar que Katy apresenta já três singles com certificado de Diamante nos Estados Unidos, sendo “Roar”, “Dark Horse” e “Firework”. A última pertence ao segundo trabalho dela, lançado em 2010.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/rumo-ao-topo-never-really-over-atinge-a-vice-lideranca-do-itunes-eua-e-katy-perry-atinge-sua-melhor-posicao-desde-chained-to-the-rhythm/

Enquanto isso, mesmo com o fim decretado da loja da Apple, o iTunes, a cantora está na posição #2 das canções mais vendidas por lá com o single “Never Really Over”.

A produção no YouTube já conta com mais de 30 milhões de visualizações na conta da cantora, em menos de uma semana.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<