Como forma de apoio ao movimento #BlackOutTuesday, artistas fecham suas lojas virtuais

Após o brutal assassinato de George Floyd por agentes policiais da cidade de Minneapolis, as ruas dos Estados Unidos estão sendo tomadas por protestos antirracistas. Além da população indignado com a ação policial, muitos artistas e empresas estão se manifestando em prol da justiça no caso.

    Além da indústria fonográfica, que em peso está apoiando o movimento #BlackOutTuesday dessa terça-feira (2), algumas cantoras como Lady Gaga, Billie Eilish e Selena Gomez resolveram fechar suas lojas virtuais também.

    Na página oficial de sua loja oficial, Gaga atualizou uma tela preta com um texto expressando sua tristeza com os últimos acontecimentos.

    “[…] As vozes da comunidade negra foram silenciadas por muito tempo e esse silêncio provou ser mortal mais uma vez. Todos os dias as pessoas no país são racistas, isso é fato. Agora é um momento crítico para a comunidade negra ser apoiada por todas as outras comunidades […].”

    Rihanna também resolveu apoiar a causa fechando mundialmente todas as suas lojas, FENTY, Fenty Beauty e Savage X. e pelas redes sociais publicou um texto dizendo a importância da proporção que este movimento está tomando.

    “Nós não vamos ficar calados e nós não vamos ficar parado.”

    Vale lembrar que muitas pessoas ao redor do mundo compartilham do sentimento de revolta de maneira que muitos países estão recebendo essas manifestações pela igualdade racial.