Com quatro décadas diferentes no Top 10, relembre a trajetória de Beyoncé na Hot 100

O talento de Beyoncé é algo incontestável, a artista é sinônimo de sucesso em qualquer coisa que realiza. Desde quando iniciou sua carreira com o Destiny’s Child a musa vem colecionando inumeros lugares na Hot 100 que comprovam uma carreira impecável.

Ao longo de sua estrada, com 28 músicas no Top 10, sendo elas 10 no #1, a intérprete de “Crazy in Love” está há quatro décadas diferentes no ranking se tornando a primeira artista feminina a conseguir esse feito.

Relembre:

Década de 1990

  • Bills, Bill, Bills” – #1 (20 semanas no chart)
  • No, No, No” – #3 (35 semanas no chart)

Década 2000

  • Jumpin’, Jumpin’” – #3 (32 semanas no chart)
  • Say My Name” – #1 (32 semanas no chart)
  • Independent Women (part I)” – #1 (28 semanas no chart)
  • Emotion” – #10 (20 semanas no chart)
  • Survivor” – #2 (20 semanas no chart)
  • Bootylicious” – #1 (19 semanas no chart)
  • 03′ Bonnie & Clyde” – #4 (22 semanas no chart)
  • Crazy in Love” – #1 (27 semanas no chart)
  • Baby Boy” – #1 (29 semanas no chart)
  • Naughty Girl” – #3 (22 semanas no chart)
  • Me Myself And I” – #4 (24 semanas no chart)
  • Lose My Breath” – #3 (23 semanas no chart)
  • Soldier” – #3 (21 semanas no chart)
  • Check On It” – #1 (28 semanas no chart)
  • Irreplaceable” – #1 (30 semanas no chart)
  • Beautiful Liar” – #3 (18 semanas no chart)
  • If I Were A Boy” – #3 (20 semanas no chart)
  • Single Ladies (Put A Ring On It)” – #1 (27 semanas no chart)
  • Halo” – #5 (31 semanas no chart)
  • Sweet Dreams” – #10 (29 semanas no chart)

Década 2010

  • Telephone” – #3 (33 semanas no chart)
  • Drunk In Love” – #2 (20 semanas no chart)
  • Formation” – #10 (7 semanas no chart)
  • Mi Gente” – #3 (30 semanas no chart)
  • Perfect (Duet)” – #1 (57 semanas no chart)

Década 2020

  • Savage (Remix)” – #2 (7 semanas no chart)

Com “Savage”, Beyoncé passa a ter pelo menos uma música no top 10 da Hot 100 todo ano, nos últimos 24 anos. A cantora compartilha esse feito com Madonna, que teve, entre 1983 e 2006, pelo menos uma faixa por ano entre as dez mais. Acredita-se que a intérprete de “Single Ladies” possa de ultrapassar Madonna, se tornando a artista feminina com mais longevidade no chart americano.

Qual dessas faixas é a sua favorita? Comenta direto nas nossas redes sociais.