Com homenagem a Arlindo Cruz e músicas inspiradas na pandemia, Paula Mel lança segundo EP, “Janelas”

Inspirada na leveza e vibração da MPB e do samba carioca, a cantora brasileira Paula Mel lançará a segunda parte do seu primeiro álbum, intitulado “Janelas”. Com canções que exploram sentimentos, paixões e vivências da artista, o compacto, que chega nas plataformas digitais em formato de EP a partir de 04 de março, é resultado de um processo criativo que começou em Portugal durante a pandemia. Produzido por seu marido, Marcos Sá, o projeto consiste em sete canções que nos levam a uma jornada auditiva que transborda estilo e substância, reunindo sucessos inéditos como “Medo”, “Lindo Ar” e “Carente”. Além da pulsante e emocionada faixa título.

“Eu amo a música brasileira! E depois de tantos anos fora do país, eu encontrava o refúgio e me sentia abraçada na nossa música. E para esse EP, buscamos muito essa identidade, abordando assuntos do cotidiano, das relações entre as pessoas, o avanço da comunicação digital e até mesmo da censura, que é essa cultura do cancelamento. O destino, o incerto, o acaso… como em ‘Janelas’, que é uma música que me remete a situações de recomeço, de se reinventar, de olhar a vida sob outras perspectivas.”, adianta Paula.

A faixa, que fala sobre esperança, superação e novas oportunidades, inaugura uma nova etapa na carreira de Paula Mel, que também busca passar uma mensagem positiva e animadora diante deste cenário pandêmico em que ainda vivemos, no trecho em que diz “A vida passa// A gente tenta// Ser feliz com o que ficou”. “Acredito que todos nós, nesse período, passamos por um processo de olhar pra dentro, e rever as nossas questões, nossos desejos, nossos anseios, ver realmente o que nos faz feliz. E a música é uma coisa que em todos os momentos da minha vida esteve presente comigo. Desde a minha infância, com as rodas de samba em que participava com a minha família, e sempre andou em paralelo com a minha vida profissional. E hoje é uma forma que encontro de chegar ao coração das pessoas e dizer que apesar de toda a tristeza deste momento, ainda é possível olhar por outras perspectivas e buscar um novo começo”, pontuou.

A mensagem também está presente nas demais canções do projeto que cantam o amor em suas diferentes facetas, incluindo uma emocionante homenagem a um dos maiores nomes do cenário musical do país, o cantor e compositor Arlindo Cruz, na faixa “Lindo Ar”. “É uma espécie de tributo a tudo o que ele representa para música Brasileira e também uma forma de agradecer por toda a influência e inspiração que me trouxe”, completou Paula que também pretende surpreender o público mostrando um pouco de sua veia para o Pop Bossa, como ela mesma define o estilo musical da música “Carente”, que destaca ainda mais a versatilidade da cantora, mostrando definitivamente ao que veio. “Nessa faixa, eu gostaria muito de poder interpretar tudo o que fez parte da minha formação e influências musicais, além do samba”, conclui.

Nascida em Belém (PA), a contadora e designer de moda revelou seu talento vocal em 2021 e agora colhe os frutos dessa oportunidade, despontando na cena por sua voz marcante e seu estilo autêntico, influenciado pela Nova MPB. Ritmo que se apresenta como grande novidade no novo EP, que também faz flerte com o samba ao apresentar uma nova releitura para canções como “Definição”, “Pode Poder” e “Um Sol”, que se tornaram conhecidas pelo grande público através da parceria da cantora com nomes como Jorge Aragão, Grupo Revelação e Maria Rita (respectivamente), e agora chegam em versão solo, destacando ainda mais toda a potencial voz de Paula Mel.

Após o lançamento, a cantora deve apresentar o repertório do projeto ao vivo, em shows pelo Brasil. Sua turnê está em fase inicial de planejamento para o primeiro semestre de 2022.

Trajetória

Paula Mel é dona de uma voz marcante e versátil. Na infância, por influência dos pais, era presença assídua nas rodas de samba e nas serestas promovidas pela família na sala de sua casa. Também participou de bandas formadas na igreja em que frequentava, além de corais e bandas no Brasil e nos Estados Unidos, colaborando em estúdio em álbuns de bandas como The Ways e Linear B.
A música também apresentou Paula e Marcos Sá, que se conheceram em um concurso de cantores na capital paraense. O casal, que até o ano passado esteve radicado em Portugal, tem dois filhos. Com o lançamento de “Janelas”, consolida-se mais um capítulo marcante desta união.

Ouça:

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets