"Cinco negras não podem fazer sucesso ao mesmo tempo", dispara Tinashe

Este ano Tinashe lançará seu segundo álbum de estúdio, Joyride, que já conta com parcerias com Young Thug Chris Brown em Party Favors Player, e já afirmou, num vídeo promocional, que “não pode mais ser ignorada”.

A americana não fez o sucesso que prometia com seu debute, Aquarius, mas quer ser ainda mais forte em 2016:

“Eu penso que ainda preciso representar bem a comunidade negra”, disse ao Fader“E esta tem sido minha principal luta… Temos Beyoncé, temos Rihanna, temos Zendaya Jourdan Dunn; garotas negras já tentando se firmar e não precisamos de mais uma.”

Tinashe, é claro, não é cega com relação ao racismo da indústria da música, em que inúmeras loiras se tornam bem-sucedidas tanto na música ou no cinema e nunca enfrentam os mesmos empecilhos que as negras para chegar onde chegaram:

“É meio ridículo que exista essa cota para negras, quando há centenas de loiras protagonistas”, desabafou, “Há também mil rappers que parecem quase os mesmos, tem o mesmo som, se vestem da mesma forma e ninguém liga. Mas, por algum motivo, quando o assunto é jovens mulheres negras, eles querem nos fazer competir uma com a outra… Cinco negras não podem ser bem-sucedidas ao mesmo tempo. Isso é esquisito.”

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets