Christina Aguilera revela que foi aconselhada a abandonar seu sobrenome; confira

Uma das maiores vozes da cultura pop, Christina Aguilera revelou a Billboard que no inicio de sua carreira foi aconselhada a não usar seu sobre nome “Aguilera” por motivos étnicos. Sendo sugerido diversos pseudônimos, mas que de cara, ela recusou.

Em entrevista à Billboard para comemorar o 20º aniversário de ‘Mi Reflej’, seu primeiro e único álbum em espanhol, Aguilera revelou que sua equipe se preocupou muito com esse detalhe: “Lembro que, quando estava aparecendo pela primeira vez, houve um grande debate ao meu redor sobre mudar meu sobrenome, porque todos os empresários pensavam que era muito longo, muito complicado e étnico”.

A estrela ainda disse que “Aguilera” representa muito para ela, e que sempre lutou por esse sobrenome: “’Christina Agee’ era uma opção, mas isso claramente não ia se destacar. Eu estava completamente contra a idéia e queria representar quem eu realmente era. Sendo Latina, faz parte da minha herança e de quem eu sou. […] Houve outra época na minha infância, em que me pediram para mudar legalmente meu nome para o do meu padrasto, para ser adotado legalmente e eu estava novamente contra. Tenho lutado pelo meu sobrenome a vida toda.” – finalizou a cantora.