Chase Stokes teve que morar em um carro e mentir sua profissão para sobreviver

Chase Stokes teve que morar em um carro e mentir sua profissão para sobreviver

Chase Stokes, que interpreta John B. na série “Outer Banks” da Netflix, confessou em entrevista no programa “Jimmy Kimmel Live” que antes da série morou em um carro e tentou trabalhar como garçom e com mídias sociais.

O ator contou que ficava em um estacionamento bem próximo do estúdio do programa de Jimmy.

“É bom estar de volta na vizinhança. Eu não sei se consideraria morar, mas eu estava vivendo no estacionmaneto do outro lado da rua. Essa foi minha casa por um período. Foram indas e vindas por cerca de dois meses. Não foi bom“, revelou Chase em entrevista.

>>> Segundo revista Variety, Netflix está produzindo um live-action de Pokémon

Afim de sair dessa situação e mudar-se pagando um aluguel, Chase Stokes conseguiu um emprego através de seu amigo como garçom.

“Eu acabei sendo garçom de uma after party do Oscar de Elton John, mas me demiritram quinze minutos depois porque fiquei assistindo a banda tocar…”, confessou o ator.

Logo depois Chase também trabalhou em um restaurante que tinha duas filiais. Como esses restaurantes estavam crescendo, necessitavam de fotografo para criar conteúdo no Instagram e trabalhar como consultor de redes sociais, foi onde o ator mentiu dizendo trabalhar com essa área. Não demorou muito e o demitiram. “… eu só queria pagar um aluguel naquele momento e ele me deu o trabalho. No próximo instante eu estava por todo o Youtube descobrindo como tirar uma foto de hambúrguer e coisas do tipo”.

>>> Netflix aumenta o preço da assinatura no Brasil e clientes demonstram insatisfação; confira

Após todo esse desenrrolar, Stokes começou ter pequenas participalçoes em algumas séries, tal como Stranger Things e, logo depois, o papel em Outer Banks, mudando totalmente sua vida.

No dia 30 de julho, “Outer Banks” volta com sua segunda temporada na Netflix.

Trecho da entrevista em que Chase Stokes revela ter morado em seu carro

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<