"Certas coisas não são para vocês, queridas" – Azealia Banks às mulheres brancas que criticam "Formation"

O mundo está dividido entre aqueles que amaram e odiaram Formation, nova música de Beyoncé.

Mas o problema é que, geralmente, aqueles que odiaram têm na verdade um problema com a mensagem entregue pela artista no clipe do single, que é anti-polícia e exalta o poderio e cultura negro norte-americano. Beyoncé está enfrentando uma barra e tanto aos olhos públicos, com políticos conservadores tentando silenciá-la e até bani-la do Canadá.

Agora, a rapper Azealia Banks resolveu dar seu parecer sobre a situação no Twitter, e tem coisas oportunas a serem ditas:

“Sem indiretas, mas eu poderia honestamente vomitar vendo todas essas mulheres brancas criticando a música ‘Formation'”, publicou no Twitter.

“Certas coisas não são para vocês, queridas!!! Superem isso, pelo amor de Deus”, continuou.

“Honestamente, foi só Beyoncé decidir exaltar sua negritude e amar a si mesmo que todas as feministas brancas viraram contra ela.”

Azealia ainda continuou disparando mensagens contra os conservadores, afirmando que as feministas brancas não dão a mínima para as negras e que, na verdade, feminismo negro é muito diferente do outro e se chama, na verdade, “Womanism“.

Beyoncé ainda não se pronunciou sobre toda a polêmica cercando a canção.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<