Bruno Mars é o grande vencedor do Grammy 2018 e faz história; confira lista

Uma grande noite para Bruno Mars.

Na edição 2018 do Grammy Awards, realizada neste domingo (28), o cantor simplesmente venceu TODAS as categorias na qual estava indicado, em um total de seis. Ele se iguala a artistas como Beyoncé (2010) e Adele (2012) como o segundo da história a levar esta quantidade de gramofones. Os recordistas são Michael Jackson (1984) e Santana (2000), com nove prêmios em uma só noite.

https://twitter.com/pfbroficial/status/957833104349171712

Kendrick Lamar também se destacou faturando cinco gramofones de ouro, assim como Chris Stapleton, com três. JAY-Z, com oito nomeações não levou nenhuma, se igualando negativamente a Rihanna e Kanye West, quando também não levaram nada no ano passado. O recorde absoluto pertence a Paul McCartney, quando em 1966 ele foi nomeado nove vezes, não levando nada. SZA, a mulher mais indicada da noite, com cinco, que também acabou ficando sem seu prêmio.

O americano é apenas o sétimo artista da história a vencer as três principais categorias da premiação, “Álbum do Ano”, “Gravação do Ano” e “Música do Ano”. Adele é a única que conseguiu este feito duplamente, com o “21“, em 2012, e o “25“, em 2016. Lembrando que em 2010 Bruno foi totalmente ignorado em seu primeiro Grammy, quando perdeu todas as suas seis indicações com o “Doo-Wops & Hooligans“. Agora, ele já acumula 11 gramofones com três álbuns lançados.

Confira abaixo as principais:

Álbum do Ano

“24K Magic” — Bruno Mars

Gravação do Ano

”24K Magic” — Bruno Mars

Canção do Ano

“That’s What I Like” — Christopher Brody Brown, James Fauntleroy, Philip Lawrence, Bruno Mars, Ray Charles McCullough II, Jeremy Reeves, Ray Romulus & Jonathan Yip (compositores). Bruno Mars (intérprete)

Álbum de Rap

“Damn” – Kendrick Lamar

Artista Revelação

Alessia Cara

Performance Solo de Pop

“Shape of You” — Ed Sheeran

Álbum de Pop

“÷ (Divide)” — Ed Sheeran

Melhor Álbum Pop Latino

“El Dorado” – Shakira

Colaboração em rap

“Loyalty” – Kendrick Lamar featuring Rihanna

Música de Rap

“Humble.” — K. Duckworth, Asheton Hogan & M. Williams II, compositores (Kendrick Lamar)

Performance de Rap

“Humble.” — Kendrick Lamar

Performance de Duo ou Grupo de Pop

“Feel It Still” — Portugal. The Man

 

Música de R&B

“That’s What I Like” — Christopher Brody Brown, James Fauntleroy, Philip Lawrence, Bruno Mars, Ray Charles McCullough II, Jeremy Reeves, Ray Romulus & Jonathan Yip, compositores (Bruno Mars)

Performance R&B

“That’s What I Like” — Bruno Mars

Performance de R&B tradicional

“Redbone” — Childish Gambino

Melhor Clipe

HUMBLE. – Kendrick Lamar

Álbum Urbano Contemporâneo

“Starboy” — The Weeknd

Melhor Engenharia de Álbum Não-Clássico

24K Magic – Bruno Mars

Álbum de R&B

“24K Magic” — Bruno Mars

 

Melhor Performance de Country em Duo ou em Grupo

“Better Man” – Little Big Town

 

Trilha Sonora para Mídia Visual

“La La Land” (Various Artists)

Trilha Sonora Original para Mídia Visual

“La La Land” — Justin Hurwitz

Música Escrita para Mídia Visual

“How Far I’ll Go” — Lin-Manuel Miranda, compositor (Auli’i Cravalho)

Outras Categorias

 

Produtor do Ano

Greg Kurstin

Álbum de rock

“A Deeper Understanding”, The War on Drugs

Álbum tradicional de Pop

“Tony Bennett Celebrates 90″ — (Vários artistas)

Gravação de Dance

“Tonite” — LCD Soundsystem

Álbum de Dance/Eletrônico

“3-D the Catalogue” — Kraftwerk

Performance de Rock

“You Want It Darker” — Leonard Cohen

Performance de Metal

“Sultan’s Curse” — Mastodon

Canção de Rock

“Run” — Foo Fighters, compositores (Foo Fighters)

Melhor Álbum de Música Alternativa

“The National” – Sleep Well Beast

Melhor Álbum Falado

“The Princess Diarist” – Carrie Fisher

Melhor Álbum Country

From a Room – Chris Stapleton

Melhor Álbum de Reggae 

Stony Hill – Damian Marley

Melhor Álbum de Teatro Musical 

Dear Evan Hansen

Melhor Álbum de Comédia

“The Age Of Spin & Deep In The Heart Of Texas” – Dave Chappelle

Álbum de Rock

“A Deeper Understanding” — The War on Drugs

Melhor Álbum Bluegrass

 “Laws of Gravity” – Infamous Stringdusters

Melhor Vídeo Musical Longo

“The Defiant Ones” – Allen Hughes

Melhor Álbum de Jazz Instrumental

“Rebirth” – William Edward

Melhor Performance Solo de Country

“Either Way” – Chris Stapleton

Melhor Álbum de Jazz Vocal

“Dreams and Daggers” – Cécile McLorin