Björk critica músicas 'ruins' com comentário controverso: 'esses sons são os negões do mundo'

Björk causou burburinho nas redes sociais ainda nesta semana quando fez um comentário a respeito de músicas que ela categoriza como ‘ruim’, de forma bastante polêmica.

Em entrevista ao ‘The Gentlewoman’ relembrando sua mostra realizada pelo Museu de Arte Moderna (MoMA), ela citou canções que são tocadas no local e que segundo a Islandesa incomodam o pensamento e a reflexão sobre o que está sendo exposto. A palavra usada foi ‘nigger’.

Para quem não sabe, a expressão quer dizer ‘negões, crioulos ou pretos’ e era bastante usada por brancos nos Estados Unidos quando chamavam seus escravos no período em que a escravidão era legalizada. “O som é o negão do mundo!”, responde quando aborda a situação nesses locais.

Além do passado histórico, isso também não é visto de uma forma boa quando um branco fala nos dias de hoje, principalmente cantores e rappers que não são negros. Iggy Azalea e Madonna já sofreram com isso.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets