Billboard lista prós e contras dos álbuns de Beyoncé e Adele, principais favoritas ao Grammy 2017

Mesmo há nove meses do Grammy 2017, já começam as especulações de quem levará o maior prêmio da noite, o de álbum do ano. A Billboard colocou o Beyoncé e Adele como grandes favoritas (por enquanto) ao tão sonhado gramofone, listando os prós e contras do “Lemonade” e do “25” na visão dos críticos que escolhem o grande vencedor.

Confira abaixo:

Lemonade

Prós:

  • Melhor nota do ano no Metacritic (93), ameaçada somente pelo novo álbum do Radiohead, que até agora conta com 89 pontos.

  • A grande turnê pelas principais cidades dos EUA, atraindo os olhares dos críticos.

  • Duas indicações ao “Álbum do Ano” (2010, 2015), perdendo ambas.

  • Diversidade nas participações do “Lemonade”, com grandes artistas (Jack White, The Weeknd, Kendrick Lamar e James Blake).

  • Filme de grande sucesso exibido na HBO, com um álbum visual inovador.

  • O longo tempo em que um álbum de R&B/Hip Hop está sem ganhar o prêmio. O último foi em 2004.

  • Grande história abordada no trabalho.

Contras:

  • Críticos mais conservadores defendem que o artista deve escrever suas próprias músicas. O “Lemonade” conta com muitos co-compositores e produtores, o que pode pesar negativamente na escolha.

  • Muitos palavrões nas canções, o que pode afastar alguns jurados.

  • Algumas canções tem muito conteúdo e são inconstantes, o que pode ser ruim na visão de críticos mais antigos.

  • Ninguém está ansioso para ver a reação do Kanye West regurgitando por finalmente conseguir o que queria.

25

Prós:

  • A quantidade surpreendente de álbuns vendidos, podendo ultrapassar as 10 milhões de cópias nos EUA até a chegada do Grammy 2017.

  • O peso pelo seu antecessor “21”, que ganhou todos os prêmios mais importantes no Grammy 2012.

  • O grande sucesso de sua turnê, lotando estádios em toda a Europa.

  • O foco maior na voz do que em performances, o que agrada críticos conservadores.

Contras:

  • O sucesso do “21” pode influenciar também negativamente. O retrospecto de levar o prêmio mais importante da noite duas vezes consecutivas, principalmente mulheres, é algo raro.

  • Apesar das críticas favoráveis, muitos tacham o “25” como um “21” 2, mais uma sequência do que algo novo.

  • A “falta” de conteúdo em comparação com o “Lemonade”, que tem uma história forte envolvida.

A Billboard também não dispensa que entrarão fortes na disputa: “Blackstar” de David Bowie; o novo álbum de Beck, ganhador do prêmio em 2o15; Lady Gaga, que emplacou três indicações consecutivas na categoria; entre outros como Alicia Keys, Frank Ocean, Radiohead, Rihanna, Katy Perry, Red Hot Chili Peppers, entre muitos outros.