Big Machine afirma que não proibiu Taylor Swift de performar no AMAS: "atitude calculista"

Como recentemente veiculado pelo nosso portal, Taylor Swift está em guerra com a Big Machine Records, sua antiga gravadora, na disputa pelos direitos de suas músicas antigas. A norte-americana publicou ontem (14/11) uma carta aberta do caos que está vivendo, pois foi impedida de performar no American Music Awards, onde é a grande homenageada da noite.

Agora (15/11), por meio de comunicado oficial em seu site, a gravadora e seus diretores Scooter Braun e Scott Borchetta deram suas versões da história. Confira a parte traduzida logo abaixo.

https://twitter.com/updateswiftbr/status/1195341464085180416

Até o fechamento desta matéria, Taylor Swift não se pronunciou a respeito das acusações feitas pela antiga gravadora.