Beyoncé e Jay-Z recebem premio "Vanguard" no GLAAD Awards por serem ícones da comunidade LGBTQ; confira!

Ontem (28), em Los Angeles aconteceu o 30º GLAAD Awards, e duas grandes celebridades da música popular americana estiveram presentes para receber o maior prémio da noite, o Vanguard.

Jornal britânico afirma que o retorno de Beyoncé irá acontecer no verão norte-americano e terá pegada feminista

Beyoncé e Jay-z fizeram um lindo dueto ao receber as estatuetas da premiação que os premiaram por serem aliados da causa, por fazerem diferenças significativas na luta dos direitos humanos e da comunidade LGBTQ.

Ambos usaram exemplos de familiares para expressar o quanto se solidarizam pela causa. O rapper iniciou o discurso falando de sua mãe, Gloria Carter, que assumiu ser lésbica na faixa “Smile”, do álbum  “4:44”, dele.

Esta é uma noite memorável e eu também quero, porque não fiz isso no ano passado, homenagear minha mãe que recebeu o prêmio no ano passado. Estou seguindo seus passos de amor e aceitação e também pelo belo discurso no final da música ‘Smile’, e por permitir que eu contasse sua história“, disse Jay-Z.

Já Beyoncé ressaltou a importância de unir pessoas que num primeiro olhar podem ter diferenças, mas que devem conviver em paz.

Eu diria que uma das mais belas lembranças de nossa turnê foi olhar para fora do palco todas as noites e ver os gângsters ao lado das rainhas mais fabulosas, respeitando e celebrando uns aos outros. E esse é o dever da minha parceria, conectando pessoas que, à primeira vista, parecem de mundos separados, e seja amigos ou familiares, a comunidade LGBTQ sempre nos apoiou”, afirmou a diva .

Em sequência, Beyoncé dedicou o prêmio ao seu tio:

“Eu gostaria de dedicar esse premio ao meu tio Jack, o homem gay mais épico que conheci na minha vida, ele ajudou a criar minha irmã e eu, ele viveu essa verdade, foi bravo e sem remorso a todo momento, enquanto seu país não era como esperado”.

Confira o momento do discurso: