Banda Aláfia fecha 2020 com videoclipe de Paisagens Incomuns

Banda Aláfia – foto Pedro Matallo

Há tempos a banda Aláfia é um dos nomes da música brasileira que une com grande êxito em suas composições elementos importantes, a compreensão profunda do espírito e da alma do seu povo e a solenidade do groove da nova Black Music Brasileira.

“Paisagens Incomuns”, canção que integra o álbum “Liturgia Samba Soul” lançado no segundo semestre de 2019, veio quase como mensagem premeditada dos cuidados  que seriam necessários  para um ano de isolamento. Não podendo ser diferente, foi a faixa escolhida para firmar o caminho da esperança que traz a força para superar tempos turvos de desavenças  e sobrecargas.Num primeiro momento a composição nasceu para acolher a tensão  familiar que surgiu pela polarização política, que se agravou com a pandemia de 2020, o sentimento universal passou a ser o “cuidado”, assim, o videoclipe  surge como um acalanto para a alma levando o carinho a  todos que ainda precisam esperar.

Em um registro íntimo, a banda traz para além do alento dos versos a cor branca de Oxalá como tom predominante, que  nos guia com passos de esperança e fé, em  um rito de cura. 

Em tela, é perceptível a entrega dos integrantes ao abraçar seu público,  olhar para as feridas causadas por um desgoverno que atenta às nossas vidas e  pela não possibilidade dos encontros que marcou o ano de 2020, motivos de sobra para encontrar na atitude coletiva  a chave que permitirá quebrar as correntes que nos prendem a incertezas e medos. 

A direção é da talentosa Joyce Prado, realizado pela Oxalá Produções e a Plataforma Amplifica Music, disponível dia 15 de dezembro nos canais da banda e da Amplifica. 

A recomendação de ficar em casa não é vazia, o Aláfia traz a mensagem de que a fé no afeto atrai os ventos do autocuidado, e proporciona vislumbrar  no horizonte a maré de todo o amor que virá após tempos caóticos!

BIO: 

Aláfia são muitos membros, são muitos sons, muitos grooves, diversos sentidos, embalados por rituais agregadores, fortalecedores da posição da cultura  afro-brasileira conquistada através de muitas lutas. 

A banda paulistana  Aláfia  é hoje uma das maiores referências da Black Music atual. A trupe munida de soul, groove, reverência e resistência, circular com o novo show  “Liturgia Samba Soul”,  o mais  recente álbum da banda  lançado em setembro de 2019, aclamado  pela crítica e considerado o melhor álbum de carreira da banda.  

Com um repertório  contundente e poderoso quando o assunto é política e periferia, embasado por uma afrobrasilidade muito  autêntica,  percorrendo entre o samba,  soul, funk, jazz, disco-highlife, samba de gafieira com pitadas de tambores do terreiro.

No novo  disco, o termo “liturgia” é ressignificado, e passa a se referir às práticas relativas ao samba soul. O gênero musical ganhou notoriedade no Brasil ao longo dos anos 1970. Artistas como Gerson King Combo (1943-2020), banda Black Rio, Cassiano, Carlos Dafé, Di Melo, Tim Maia (1942-98) foram seus maiores precursores.

Relembrando que a palavra Aláfia em iorubá significa “caminhos abertos”. Sendo assim, o álbum inicia os trabalhos com a faixa Abre Caminho, mostrando a ritualística presente no disco, tornando claro o sentido do título. 

A banda estreou no mercado fonográfico com o álbum “Aláfia“, de 2013. Antes de lançar “Liturgia Samba Soul” no ano passado, o grupo já havia gravado “Corpura” (2015) e “SP Não É Sopa” (2017).

Em 2021 a banda completa 10 anos de carreira, e se prepara para entregar um  disco de  edição especial em comemoração a essa  trajetória de  música e luta acompanhado de um documentário.  

Confira

Spotify  – Deezer  –  Youtube

Instagram Facebook

Assista o videoclipe  Paisagens Incomuns